InícioNotíciasPolíticaAna Maria, Patrícia Poeta e mais funcionários protestam contra a Globo ao...

Ana Maria, Patrícia Poeta e mais funcionários protestam contra a Globo ao vivo

Ana Maria Braga, Patrícia Poeta e outros apresentadores e funcionários da TV Globo vestiram verde nesta segunda-feira (22/5) em um  protesto silencioso contra casos de assédio moral e sexual na emissora. A mobilização começou na sexta-feira (19/5) após a revista Piauí revelar o o processo de uma engenheira que trabalhava no setor técnico da emissora e foi assediada por quatro colegas. Como resultado dos abusos, ela desenvolveu síndrome do pânico e depressão.

Segundo o Notícias da TV, a empresa dos Marinho está ciente do protesto e diz  que mantém uma ouvidoria para receber acusações.

A reportagem da Piauí revela que Esmeralda, nome fictício usado pela publicação, sofreu violência sexual e moral, além de discriminação por ser paraibana.

Um colega com mais de 20 anos emissora teria calado sua boca com a mão e tentado estuprá-la em uma sala na sede da Globo em São Paulo. Segundo a revista, a Globo ainda mantém acusados pela funcionária na empresa.

O caso resultou em um processo na Justiça do Trabalho, que decidiu pelo pagamento de multa de R$ 2 milhões por danos morais e impediu a demissão da mulher. No momento, ela está afastada.

Ao vestir verde, os colaboradoes pedem providências e medidas mais duras da empresa contra essas situações. Ainda segundo o Notícias da TV, a mobilização foi organizada via Whatsapp e conta com apoio de mais de 300 empregados.

Ana maria de verde

Protesto contra assédio moral e sexual na Globo contou com apoio de Ana Maria Braga, Patrícia Poeta e outros funcionários

Patrícia Poeta

Patrícia Poeta também surgiu de verde no Encontro

Apresentadora Encontro Verde

Protesto foi organizado após exposição de um caso pela revista Piauí

Repórter de verdde

Mais de 300 profissionais se organizaram para irem ao trabalho vestidas de verde

Em nota, a Globo afirma que apoia a livre manifestação dos profissionais da empresa”.

Veja o texto: 

“A livre manifestação está em total alinhamento com a nossa gestão de transparência e diálogo permanente. De qualquer forma, a Globo reitera que não comenta casos de Compliance e aproveita para reiterar também que a empresa mantém um Código de Ética em linha com as melhores práticas atualmente adotadas, que proíbe terminantemente o assédio e deve ser cumprido por todos os colaboradores, em todas as áreas da empresa”, diz um trecho.

“Da mesma maneira, a Globo mantém uma Ouvidoria pronta para receber quaisquer relatos de violação de seu Código de Ética, que são apurados criteriosamente, com a punição dos responsáveis por desvios. Nesse mesmo Código, assumimos o compromisso de sigilo em relação a todos os relatos de Compliance, razão pela qual não fazemos comentários sobre as apurações. Nosso sistema de Compliance também prevê o apoio integral aos relatantes, proibindo qualquer forma de retaliação em razão das denúncias”.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Prefeito de Porto Alegre agradece Nunes por doações da Virada Cultural para o RS

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), enviou um vídeo ao prefeito de...

Líderes europeus criticam imigração ilegal em evento em Madri

Premiê da Itália e a deputada francesa Marine Le Pen pediram fortalecimento das fronteiras...

Espanha exige desculpa de Milei por xingar esposa do primeiro-ministro

Tomas Cuesta/Getty Images 1 de 1 Foto colorida de Javier Milei, presidente da Argentina...

Paulo Pimenta expõe divergências com Eduardo Leite sobre as enchentes no RS

O ministro Paulo Pimenta, designado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para coordenar...

Mais para você