InícioEditorialPolítica NacionalAo menos 7 partidos têm acordo para enviar emendas ao RS

Ao menos 7 partidos têm acordo para enviar emendas ao RS

Combinados determinam o repasse de parte dos recursos individuais de cada congressista ao Estado; ao todo, já são mais de R$ 250 milhões

Ao menos 7 partidos políticos têm acordos que somam R$ 257,5 milhões para repassar parte das emendas parlamentares ao Rio Grande do Sul, segundo apurou o Poder360. As 6 maiores bancadas do Congresso Nacional estão envolvidas nas tratativas.

O Estado está em situação de calamidade pública por causa fortes chuvas, que mataram 157 pessoas até o último boletim da Defesa Civil, publicado às 12h desta 2ª feira (20.mai.2024). Algumas legendas já anunciaram que utilizarão os recursos para ajudar os gaúchos. É o caso de PP e MDB. Outras, como PT, PL, Republicanos e União Brasil, ainda vão divulgar o que decidiram.

O valor total de verbas direcionadas por congressistas neste ano foi de R$ 44,67 bilhões. São R$ 25,07 bilhões em emendas individuais, R$ 11,05 bilhões em emendas de comissão e R$ 8,56 bilhões de bancadas estaduais.

O PP foi o 1º que anunciou as tratativas para o repasse coletivo de emendas parlamentares ao Estado. Em 7 de maio, o presidente do partido, senador Ciro Nogueira (PI), disse junto ao líder da sigla na Câmara dos Deputados, Dr Luizinho (RJ), que cada 1 dos 50 deputados concordou em doar R$ 500 mil de seus recursos individuais, o que resultará em R$ 25 milhões. 

Em seguida, o MDB divulgou que todos os congressistas eleitos firmaram o compromisso de auxiliar a população gaúcha. O presidente do partido, Baleia Rossi (SP), afirmou em 10 de maio que cada 1 dos 44 deputados federais e 11 senadores aceitaram destinar R$ 1 milhão de seus recursos para ajudar o Estado. Ao todo, são R$ 55 milhões. 

As maiores bancadas da Câmara dos Deputados, PL e PT, também começaram a se organizar internamente nos últimos dias. 

O partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve anunciar a destinação de R$ 1 milhão dos recursos de cada deputado federal ao Rio Grande do Sul. Como são 68 deputados, o montante somará R$ 68 milhões. A bancada do PT vai se reunir na próxima 3ª feira (21.mai) para formalizar o acordo.

Principal partido de oposição ao governo, o PL, estuda organizar um compromisso para cada deputado doar R$ 500 mil em emendas parlamentares. O Poder360 apurou que o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, e seu líder na Câmara, Altineu Côrtes (RJ), assinaram um documento incentivando a medida. Com os recursos dos 94 deputados, o PL conseguirá destinar R$ 48 milhões ao Rio Grande do Sul. Isso também deve ser anunciado nos próximos dias.

O Republicanos se comprometeu a transferir R$ 500 mil de cada um dos 43 deputados, segundo o líder do partido na Câmara, Hugo Motta (PB), totalizando R$ 23,5 milhões ao Rio Grande do Sul.

A mesma quantia deve ser apresentada pelo União Brasil, que tem 58 representantes na Casa Baixa, afirmou ao Poder360 o líder Elmar Nascimento (BA). Ao todo, os recursos somam R$ 29 milhões. 

Além dos partidos que formam as 6 maiores bancadas na Câmara, o PC do B também destinará R$ 500 mil em emendas parlamentares de cada 1 dos 7 deputados federais, o que resulta em R$ 3,5 milhões. 

No Psol, o deputado e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (SP), e a líder Érika Hilton (SP) anunciaram que vão doar juntos R$ 2,2 milhões. O partido ainda avalia internamente se haverá uma ação para o repasse conjunto dos outros congressistas que não fazem parte da bancada gaúcha. 

AVULSOS Há ainda os congressistas que individualmente vão alocar parte das emendas para auxiliar o Estado, independentemente de decisão dos partidos. 

A deputada Tabata Amaral (PSB-SP), pré-candidata à Prefeitura de São Paulo, vai destinar R$ 1,5 milhão ao Rio Grande do Sul –o maior valor de 1 congressista até agora.

O deputado Beto Richa (PSDB-PR) também destinará R$ 1 milhão dos seus recursos ao Estado. O deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) repassará a mesma quantia, sendo metade em compromisso conjunto com o partido. Já o deputado Pedro Aihara (PRD-MG) vai contribuir com R$ 360 mil.

DEFINIÇÕES Segundo o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, há R$ 1,3 bilhão em emendas no Corredor Expresso de Emendas Resgate ao Rio Grande do Sul. Do total, R$ 630 milhões já estão na conta dos municípios. 

A principal dificuldade dos partidos, alvo de debates, é destino da realocação das emendas. Cada sigla e cada congressista tende a priorizar uma causa neste momento de calamidade pública no Estado. As finalidades encontradas para as verbas serão anunciadas nos próximos dias.

O prazo para o remanejamento dos recursos dos congressistas começa na 3ª feira (21.mai). 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Damares quer youtuber petista no inquérito de milícias digitais

Senadora envia pedido para Moraes com base em reportagem que afirma que Thiago dos...

Prefeitura convida cidadãos para inauguração de chafariz no Kaikan Sul nesta quinta (13)

A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas convida os cidadãos para a inauguração de...

Jean Wyllys diz que Grazi Massafera só existe porque ele estava no BBB

Jean Wyllys foi o campeão do BBB 5, ao desbancar Grazi Massafera na final...

Aluguel de loja e buraco na parede: como bando furtou 100 armas no DF

As investigações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) revelaram que os criminosos responsáveis...

Mais para você