InícioEditorialApós acidente, empresário trocou camisa para disfarçar odor de álcool

Após acidente, empresário trocou camisa para disfarçar odor de álcool

A passageira que estava no veículo guiado pelo motorista de aplicativo venezuelano, atingido pelo carro do empresário brasiliense Giampiero Rosmo, 45 anos, registrou em vídeo o momento em que o homem troca de roupa, logo após o acidente. As imagens flagram o motorista sem camisa. Logo depois, ele aparece com uma blusa social azul.

De acordo com a testemunha, o empresário trajava uma camisa de time de futebol nas cores branca e verde. A coluna apurou que Rosmo é palmeirense e estava no restaurante Chicago na companhia de um amigo, horas antes do acidente.

Giampiero foi preso no último domingo (15/5) por embriaguez ao volante e injúria racial após provocar o acidente, na QI 11 do Lago Sul. No local da colisão, testemunhas relataram que Rosmo estava exaltado. Tentou fugir mesmo com o carro destruído, urinou na via e ofendeu o condutor do outro veículo, um motorista de transporte por aplicativo. Proferiu xingamentos, como: “Venezuelano maconheiro”, “venezuelano ilegal” e “Che Guevara”, motivo pelo qual foi autuado pelo crime de injúria racial.

Veja vídeo do empresário tirando a camisa no interior do veículo:

Pagamento de fiança

Conforme o Metrópoles noticiou, o suspeito estava em um Ford Territory, avaliado em cerca de R$ 200 mil, sob efeito de álcool, quando colidiu contra o Palio Weekend do condutor de app, que estava com uma passageira. Rosmo recusou-se a fazer o teste do bafômetro. Todos foram conduzidos à 1ª DP. Giampiero Rosmo foi preso em flagrante e teve a fiança arbitrada em R$ 50 mil. O valor foi pago pelo empresário e ele responderá ao processo em liberdade.

A coluna apurou que após o acidente, o empresário foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para atestar os sintomas de embriaguez apenas às 21h.

A defesa do motorista venezuelano , informou que ele chegou ao Brasil no final de 2018, e desde então permanece totalmente regular. Os advogados informaram, ainda, que ele nunca praticou conduta que o desabonasse seja no âmbito civil ou criminal. ” A defesa buscará em juízo o ressarcimento de todos os danos sofridos por seu cliente, sejam os materiais, em relação aos danos ocorridos no veículo, e também os de ordem moral, pelas ofensas e humilhações sofridas publicamente pelas injúrias cometidas pelo autuado”, disse a defesa.

Acidente com morte

O executivo já havia sido preso em 2007 por matar uma pessoa atropelada. À época, foi condenado a pagar R$ 1.390.830,01 – o montante se refere a despesas médicas, de funeral, e danos morais à família de Antônio Ferreira Lima, então morador do Varjão.

O acidente fatal ocorreu no Setor de Mansões do Lago Norte. Na ocasião, Giampiero Rosmo saiu sem prestar socorro a Antônio Lima, que, um ano depois, morreu em decorrência das complicações da colisão.

O post Após acidente, empresário trocou camisa para disfarçar odor de álcool apareceu primeiro em Metrópoles.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Comitiva brasileira viaja ao Congresso dos EUA para abordar questões democráticas e embate entre Musk e Moraes

Uma delegação de parlamentares brasileiros está se preparando para visitar o Congresso dos Estados...

Oportunidade de fazer o “L”, diz Alckmin sobre Dia da Libras

Vice-presidente afirma que brasileiros elegeram Lula para terem um país mais justo e inclusivo...

Pré-candidata do Novo usa camiseta com pedido de impeachment de Moraes

Foto: Divulgação Pré-candidata do Novo, Marina Helena usa camiseta com pedido de impeachment...

Em meio a polêmica com Mani, Davi explica sumiço das redes sociais

Campeão do BBB 24, Davi Brito voltou às redes sociais e explicou o motivo...

Mais para você