InícioEditorialApós estragos causados pela chuva, Rio de Janeiro interdita Avenida Brasil e...

Após estragos causados pela chuva, Rio de Janeiro interdita Avenida Brasil e fecha estações do Metrô

As fortes chuvas que atingem o Rio de Janeiro desde a madrugada deste domingo têm causado sérios transtornos na cidade e no Estado. Há registros de desaparecidos em Ricardo de Albuquerque e Belford Roxo, além de interdições e alagamentos em diversos pontos. A Avenida Brasil está fechada, e o subsolo do Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, ficou completamente alagado. As estações da Linha 2 do Metrô também estão fechadas devido ao transbordamento do Rio Acari. O Centro de Operações da prefeitura informou que o município entrou no estágio 4 devido ao alto volume de chuvas acumuladas nas últimas 24 horas. Esse é o quarto nível em uma escala de 5.

A situação tem impactado a rotina da cidade, principalmente na Zona Norte. O prefeito Eduardo Paes pediu nas redes sociais que as pessoas evitem passar pela Avenida Brasil e informou que a prefeitura está trabalhando para restabelecer a energia no Hospital Ronaldo Gazolla. Em Niterói, a prefeitura informou que foi registrado o recorde histórico de chuvas em uma hora, com 120,2 milímetros. A concessionária MetrôRio também foi afetada. O entorno das estações da Linha 2 ficou prejudicado pelo alto volume de água, principalmente no bairro de Acari. Por isso, as estações Pavuna, Engenheiro Rubens Paiva, Acari Fazenda Botafogo e Coelho Neto estão temporariamente fechadas. A concessionária informou que começará a operar provisoriamente na Linha 2 entre as estações Colégio e General Osório/Ipanema. Equipes de manutenção estão mobilizadas para atuar assim que a água escoar e restabelecer o sistema metroviário o mais rápido possível.

Enquanto isso, a cidade enfrenta uma série de ocorrências relacionadas às chuvas. Na Rua dos Italianos, em frente ao Hospital Carmela Dutra, um homem foi flagrado utilizando um jet ski para trafegar na via alagada. Uma base de comando da prefeitura foi montada na Pavuna. Paes pediu às pessoas que evitem se deslocar, especialmente na Zona Norte. A Secretaria de Estado de Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estão monitorando as precipitações em todo o estado. Nas últimas 24 horas, os bombeiros atenderam a mais de 150 ocorrências relacionadas às chuvas, incluindo salvamentos de pessoas, inundações, cortes de árvores e desabamentos.

Em Belford Roxo, equipes de resgate estão em busca de uma mulher que teria desaparecido após a queda de um veículo no Rio Botas. Já em Ricardo Albuquerque, bombeiros trabalham com cães farejadores para encontrar um homem que teria sido soterrada após o desabamento de uma edificação. O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais está acompanhando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos em todo o Estado, enviando alertas para os municípios quando necessário.

De acordo com o Alerta Rio, uma frente estacionária no oceano ainda influencia o tempo na cidade do Rio de Janeiro. O céu estará predominantemente nublado e há previsão de chuva fraca a qualquer momento, podendo ser moderada pela manhã. Os ventos estarão fracos a moderados e as temperaturas permanecerão estáveis, com mínima de 23°C e máxima de 31ºC. O risco de alagamentos e inundações é alto ou muito alto em diversas regiões, como a capital, a Região Metropolitana, a Serra, o Sul, o Noroeste, a Costa Verde e a Baixada Fluminense. Já o risco de deslizamentos de terra é alto ou muito alto na capital e em outras regiões do Estado.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

IIndivíduo é preso por tráfico de drogas em Itamaraju

Policiais Militares da 43ª CIPM, efetuou a prisão de um acusado em posse de...

Motoboy negro ferido por homem branco é indiciado por lesão corporal

São Paulo – A Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou por lesão...

Leia declarações de Lula e de Bolsonaro em 2 anos de guerra na Ucrânia

O ex-presidente manteve posição de neutralidade enquanto o atual tentou assumir papel de mediador...

Bolsonaristas preferem que impeachment de Lula só avance em 2025

Vinícius Schmidt/Metrópoles @vinicius.foto 1 de 1 Rodeada por parlamentares bolsonaristas, deputada federal Carla Zambelli...

Mais para você