InícioNotíciasPolíticaApós internação por diverticulite, Carla Zambelli recebe alta

Após internação por diverticulite, Carla Zambelli recebe alta

A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) recebeu alta hospitalar neste domingo (20/8), após internação por conta do diagnóstico de diverticulite, de acordo com informações fornecidas pela equipe da parlamentar.

Zambelli estava internada desde a última terça-feira (15/8) no hospital DF Star, na Asa Sul. Ela fez o tratamento clínico e antibioticoterapia endovenosa e, segundo o próprio hospital, seguia sem previsão de alta.

A diverticulite, doença que afetou a parlamentar, é uma inflamação ou infecção nas bolsas do trato digestivo, e comum em pessoas acima dos 40 anos. Entre seus sintomas, estão a dor abdominal, febre, e náuseas. A condição pode ser desencadeada por fatores genéticos, má alimentação e estresse.

Relembre O comunicado sobre o estado de saúde de Zambelli foi disparado após um dia permeado pela repercussão do depoimento do hacker Walter Delgatti Neto à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8/1. O hacker apontou que a deputada teria atuado no plano para tentar invadir as urnas eletrônicas utilizadas nas eleições de 2022. Por outro lado, os bolsonaristas divergem do hacker: dizem que foi ele quem procurou a deputada e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL-RJ).

Na quinta-feira (18/8), Zambelli havia afirmado que terá a “inocência provada” e chamou Delgatti e “mentiroso contumaz”. Ainda no mesmo dia, o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para tornar Zambelli ré por perseguição armada, na véspera das eleições de 2022.

A deputada havia sido denunciada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por porte ilegal de arma de fogo e constrangimento ilegal com emprego de arma de fogo, em fevereiro deste ano. A denúncia ainda pede que ela seja condenada por danos morais coletivos, no valor de R$ 100 mil, assim como a decretação da pena de perdimento e do cancelamento definitivo do porte de arma de fogo da bolsonarista.

Na sexta-feira (19/8), o Metrópoles teve acesso exclusivo aos comprovantes de pagamento feito pela equipe de Zambelli ao hacker. No extrato, entregue por Delgatti aos investigadores, há uma lista de quatro transações, via Pix, de pessoas próximas à deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), apontada como intermediadora do plano, que incluía uma invasão ao sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bahia mobiliza especialistas para auxiliar no enfrentamento das enchentes no Rio Grande do Sul

Em resposta à crise hidrológica que afeta o Rio Grande do Sul, o Estado...

Eduardo Bolsonaro elogia sheik árabe por doações ao RS

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) disse que Mohammed Bin Zayed é o “maior...

Irã: vice diz que resgate fez contato com passageiros de helicóptero

Getty Images 1 de 1 Imagem colorida de Ebrahim Raisi - Metrópoles ...

Enchentes no RS afetam 2,3 milhões de moradores e causam 157 mortos

As enchentes no Rio Grande do Sul elevaram neste domingo (19) o número de...

Mais para você