InícioEditorialEsportesBahia fica no 0x0 com o Santos em primeiro jogo das oitavas...

Bahia fica no 0x0 com o Santos em primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil

O primeiro ato do confronto entre Bahia e Santos na disputa por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil terminou sem gols. Na noite desta quarta-feira (17), o tricolor ficou no empate por 0x0 com o Peixe e deixou a disputa aberta. 

O Esquadrão fez um bom primeiro tempo defensivamente e poderia ter saído com o resultado positivo, mas parou no goleiro João Paulo, que salvou os santistas em pelo menos duas grandes oportunidades. Na segunda etapa, o Bahia ensaiou tentar o contra-ataque, mas criou poucas chances de gol. 

O empate deixa os dois times em igualdade. A partida de volta será no dia 31 de maio, uma quarta-feira, às 19h, na Fonte Nova. Quem vencer avança de fase. Um novo empate por qualquer placar leva a decisão para os pênaltis. 

MAIS SEGURO
Renato Paiva adotou postura mais cautelosa e reforçou a marcação tricolor para o mata-mata. Sem Thaciano, Rezende foi deslocado para o meio-campo ao lado de Acevedo, enquanto a linha de zagueiros foi formada por Kanu, David Duarte e Vitor Hugo. Ryan ganhou a disputa com Chávez na ala esquerda, e Everaldo, recuperado de lesão, voltou ao comando de ataque. 

As mudanças fizeram o Bahia mudar a sua postura. Diferente do primeiro embate com o Santos, quando perdeu por 3×0 pelo Brasileirão, o Esquadrão começou o duelo ligado. O meio-campo mais forte conseguia interceptar as jogadas do alvinegro e não dava sossego aos atacantes do adversário. 

O que faltava ao time baiano era aproveitar as oportunidades quando tinha a bola. O tricolor apresentou dificuldade na construção das jogadas, com muitos erros de passe. A primeira boa chance veio aos 15 minutos. Jacaré iniciou o lance e achou Biel na ponta esquerda. O camisa 11 limpou o marcador e chutou no canto. João Paulo defendeu.

O goleiro santista, aliás, foi o nome do primeiro tempo. Ele salvou quando David Duarte deu uma de centroavante e pegou de primeira o cruzamento de Jacaré. O goleiro também fez grande defesa em um belo chute de Cauly de fora da área. 

O Bahia parecia cada vez mais perto de abrir o placar, mas levou um susto aos 33 minutos. Em uma das  poucas chegadas do Santos, Lucas Pires recebeu com liberdade na área e chutou cruzado. Deivid completou para o gol, mas o árbitro marcou impedimento na origem da jogada. O VAR entrou em ação e confirmou a infração.

Apesar da falta de gols no primeiro tempo, a postura do Bahia agradou ao técnico Renato Paiva e o time voltou com a mesma formação do intervalo. Porém, o panorama se inverteu e foi o Santos quem adotou tática mais ofensiva. 

O Peixe passou a rondar a área tricolor na tentativa de fazer uma pressão ofensiva. A formação sem um centroavante fixo facilitava a mobilidade alvinegra, que explorava, principalmente, jogadores de lado como Ângelo e Mendoza.  

Diante do cenário, a saída para o Bahia foi aproveitar os espaços para buscar o contra-ataque. Em uma das escapadas, Biel recebeu de Everaldo e chutou cruzado. A bola passou tirando tinta na trave santista. 

Renato Paiva então decidiu colocar mais velocidade na equipe. Ademir e Chávez foram para o jogo nas vagas de Everaldo e Ryan, respectivamente. Aos 19 minutos, o duelo foi paralisado após o árbitro Sávio Pereira se chocar com Rezende e sofrer um corte no rosto. 

Quando a bola voltou a rolar, o confronto perdeu intensidade. A tentativa do Bahia de ter um time mais veloz não surtiu efeito imediato. Para piorar, Yago, que havia acabado de entrar no lugar de Cauly, se machucou e deu lugar para Arthur Sales. 

Mesmo com os oito minutos de acréscimos dados pelo árbitro, nem Bahia e nem Santos conseguiram tirar o zero do placar e ficaram mesmo no empate sem gols. 

FICHA TÉCNICA
 
Santos 0x0 Bahia – Copa do Brasil (oitavas de final – ida)

Santos: João Paulo, Gabriel Inocêncio, Joaquim, Messias e Lucas Pires (Lucas Braga); Rodrigo Fernández (Bruno Mezenga), Dodi e Lucas Lima (Ed Carlos);  Ângelo (João Lucas), Deivid Washington e Mendoza (Lucas Barbosa). Técnico: Odair Hellmann. 

Bahia: Marcos Felipe, Kanu, David Duarte e Vitor Hugo; Jacaré, Acevedo, Rezende, Cauly (Yago, depois Arthur Sales) e Ryan (Chávez); Biel e Everaldo (Ademir). Técnico: Renato: Paiva. 

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP).
Cartão amarelo: Lucas Braga (Santos); Everaldo, Chávez, Vitor Hugo (Bahia).
Público: 10.995
Renda: R$ 522.140,00
Arbitragem: Sávio Pereira Sampaio (DF), auxiliado por Bruno Boschilia (PR) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF). 
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Gleisi sugere que Michelle Bolsonaro está com inveja

A ex-primeira-dama disse que Lula e Janja estão em “eterna lua de mel” e...

Pimenta e Gleisi negam que exista “gabinete do ódio” no governo Lula

O ministro Paulo Pimenta, anteriormente na Secretaria de Comunicação Social (Secom) e destinado para...

Globo dá passo atrás e volta com ex-diretor após fracassos de remakes

O remake de Renascer, que está no ar na Globo, não tem tido o...

Gasolina e diesel terão valores reajustados nesta semana

O governo anunciou um aumento nos preços dos combustíveis como parte de uma estratégia...

Mais para você