InícioNotíciasPolíticaBiden acusa Trump de linguagem nazista e ameaça à democracia

Biden acusa Trump de linguagem nazista e ameaça à democracia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, acusa Donald Trump de usar linguagem “nazista” e estar “disposto a sacrificar a democracia para voltar ao poder”. As palavras foram ditas em discurso nesta sexta-feira (5/1) na Pensilvânia.

“Ele fala sobre o envenenamento do sangue dos americanos, ecoando exatamente a mesma linguagem usada na Alemanha nazista (…) Ele está disposto a sacrificar nossa democracia e colocar-se no poder”, afirmou Biden.

As falas ocorrem na véspera do aniversário de três anos da invasão do Capitólio por apoiadores de Trump. Biden aproveitou o tema para destacar a participação do ex-presidente no evento.

Segundo o democrata, “pela primeira vez na história, insurrecionistas tentaram impedir a certifição das eleições”. Ele ainda afirmou que o ex-presidente instigou a multidão a invadir o Capitólio, dizendo que estaria “lado a lado com seus apoiadores”, mas, “como sempre, deixou o trabalho duro para os outros”.

Biden também aproveitou o momento para criticar o fato de Trump não ter tomado nenhuma ação para que os apoiadores parassem a invasão.

“Ele recuou para a Casa Branca ,enquanto a América era atacada por dentro. A nação inteira assistiu com horror. O mundo inteiro assistiu sem acreditar, e Trump não fez nada”, comentou.

Biden alegou que a campanha do ex-presidente republicano é “sobre ele, não, você; obcecada pelo passado, não pelo futuro”. Segundo o presidente americano, a democracia é questão central das eleições de 2024.

“A defesa, proteção e preservação da democracia permanecerão como causa central da minha Presidência. A sua liberdade estará na votação”, destacou Biden.

O discurso desta sexta marca o início da corrida eleitoral para a Presidência dos EUA, em 2024, além de ser a primeira aparição pública de Biden neste ano.

Na segunda-feira (8/1), Biden viajará para Charleston, na Carolina do Sul, a fim de discursar na Igreja Mother Emanuel AME, igreja pertecente à comunidade negra, e local do massacre de 2015, onde nove pessoas morreram após um homem armado abrir fogo contra um grupo de negros, durante estudos bíblicos.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lewandowski determina inspeções em penitenciárias federais

Ministério da Justiça diz que câmeras defeituosas devem ser substituídas e o efetivo de...

Pomba ou rola? Chico Pinheiro detona Silas Malafaia. Entenda!

Chico Pinheiro virou assunto nesta quarta-feira (21/2), depois de fazer uma publicação bastante polêmica...

TV Globo toma atitude após atraso no pagamento de figurantes

Depois da coluna Fábia Oliveira noticiar que figurantes da TV Globo estavam reclamando da...

Mais para você