InícioEditorialPolítica NacionalBiden não desiste e diz ser “o mais qualificado”

Biden não desiste e diz ser “o mais qualificado”

Em entrevista à ABC News”, presidente dos EUA diz se sentir bem, apesar de apresentar voz rouca, e é questionado sobre sua capacidade cognitiva

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, concedeu sua 1ª entrevista televisiva nesta 6ª feira (5.jul) desde o debate contra Donald Trump Reprodução / ABC News

PODER360 5.jul.2024 (sexta-feira) – 23h07

Depois de um fraco desempenho no debate contra Donald Trump, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou ser o “mais qualificado” para ganhar do republicano e disse que não desistirá da corrida presidencial. A fala foi em entrevista à ABC News, que foi ao ar nesta 6ª feira (5.jul.2024).

Apesar de repetidamente afirmar estar em boa forma física e mental, questionado pelo entrevistador George Stephanopoulos se aceitaria se submeter a um teste independente para atestar sua capacidade cognitiva, o democrata respondeu negativamente. Afirmou já realizar o procedimento “todos os dias” na Casa Branca, ao exercer suas funções como chefe do Executivo.

Em outro momento, o entrevistador perguntou: “Se seus aliados, amigos e apoiadores lhe disserem com segurança que eles estão preocupados com a possibilidade de o senhor perder a Câmara e o Senado se permanecer no cargo, o que o senhor fará?”.

Biden respondeu: “Não vou responder a essa pergunta. Não vai acontecer”.

Durante a entrevista, o norte-americano também voltou a minimizar a má atuação no debate e afirmou ter sido só “uma noite ruim”. O democrata atribuiu seu desempenho a exaustão. Disse, ainda, que também não havia se recuperado totalmente de uma gripe.

“Eu estava muito doente. Eu pedi para os médicos que estavam comigo [em Camp David] fazerem um exame de covid-19 para tentar descobrir o que estava errado”, declarou.

Em suma, a entrevista foi usada por Biden para reafirmar que permanece como candidato e que se sente capacitado para vencer a eleição e ficar mais 4 anos na Casa Branca. Foi sua grande aposta para tentar apagar a má impressão deixada no debate com Trump.

O desempenho na conversa com a ABC News foi melhor do que no debate, mas Biden não teve o vigor visto quando foi candidato em 2020. A reação dos caciques do Partido Democrata, sobretudo os que têm mandato na Câmara e no Senado, nos próximos dias será crucial para que o atual presidente norte-americano se mantenha na corrida eleitoral.

Além disso, a entrevista de Biden à ABC News foi gravada, diferentemente do debate com Donald Trump, o que não permite avaliar a real condição do democrata. O fato é: Biden tem 81 anos e vem demostrando fragilidades quando pressionado. Gagueja, divaga e parece apresentar dificuldades para completar raciocínios. Terá 86 ao final do 2º mandato, caso seja reeleito em novembro.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Vaidebet: A Plataforma Definitiva para Apostas Online

O mercado de apostas online está em constante evolução, oferecendo cada vez mais opções...

Partido Democrata avalia antecipar nomeação de Biden

Integrantes querem oficializar a candidatura antes da Convenção Nacional, em 19 de agosto; buscam...

“Ninguém vai te roubar”, diz Nego Di para vítima de golpe: veja prints

O influenciador e humorista Nego Di foi preso em 14 de julho, em Santa...

Dólar vai a R$ 5,58, à espera de reunião de Lula com Haddad. Entenda

O dólar opera em forte alta nesta quinta-feira (18/7). Às 16h20, a moeda americana...

Mais para você