InícioEditorialPolítica NacionalBolsonaro pede visto de turista nos Estados Unidos, afirma escritório de imigração

Bolsonaro pede visto de turista nos Estados Unidos, afirma escritório de imigração

Permissão diplomática para o ex-presidente permanecer no país venceu nesta segunda-feira

EVARISTO SA / AFP – 01/11/2022

Ex-presidente Jair Bolsonaro está nos Estados Unidos desdeo final de 2022

O escritório AG Immigration, com sede nos Estados Unidos, informou que está representando o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no processo de solicitação de visto de turismo e extensão de permanência em solo americano. O comunicado é assinado pelos advogados Felipe Alexandre e Rodrigo Costa, sócios do escritório. O pedido de visto de turista é para uma permissão com validade de seis meses. Bolsonaro está em Orlando, na Flórida, desde o fim do ano passado, quando viajou com a esposa, Michelle Bolsonaro, e a filha Laura, em um avião da Força Aérea Brasileira, enquanto ainda era o chefe do executivo. Desde então, está vivendo do ex-lutador de MMA José Aldo. De acordo com a advogada especialista em imigração Hannah Crispin, Bolsonaro entrou nos Estados Unidos com visto diplomático por ser presidente na ocasião. E respeitou o prazo para fazer a solicitação do visto de turista, que venceu nesta segunda-feira, 30. “Ele tem, por exemplo, a possibilidade de pedir para trocar o status dele. Ele entrou como diplomata. Ele tem o direito de pedir para trocar para turista. Uma pessoa que pede a troca de status para turista normalmente recebe uma permanência de até 180 dias, porque é o total de total dias que é permitido por lei”, explica ela. No caso do visto de turista, ele pode ser renovado por mais um mês, desde que haja autorização nos Estados Unidos. E não há um prazo médio para que o pedido seja analisado.

Outra solicitação que Jair Bolsonaro pode fazer é pelo Green Card. Normalmente, ele é concedido às pessoas que têm propostas de trabalho e estudo em território americano. Ou então que comprove que não consegue retornar ao país de origem. Um dos advogados de Bolsonaro disse ao jornal britânico Financial Times desta segunda-feira, 30, que o ex-presidente poderia, eventualmente, decidir pedir o Green Card, mais permanente, para permanecer na Flórida. A advogada Hannah Crispin afirma que essa opção depende de fatores específicos. “Existe uma possibilidade para pessoas que entram com visto diplomata, que elas podem aplicar para ter o Green Card, que é o cartão que te autoriza a residir nos Estados Unidos, mas elas terão que comprovar que não podem voltar para o país de origem, no caso o Brasil, pelo que a gente poderia dizer ou explicar em português que seriam ‘razões de força maior’ ou ‘razões imperiosas’”, diz ela.

Outra alternativa de Bolsonaro é um pedido de asilo político nos Estados Unidos, o que é pouco provável, segundo a especialista. “Vale a pena lembrar que uma pessoa que aplica para asilo nos Estados Unidos vai ter que comprovar ou convencer a imigração que, de maneira geral, ela corre risco de ser perseguida, torturada ou até morta se ela retornar ao país de origem por causa de algo que já aconteceu ou que ela ocorre grandes riscos de que venha a acontecer se ela retornar”, expica Crispin.

*Com informações do repórter David de Tarso

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Em despedida do TSE, Moraes diz que atuou contra o “populismo digital”

Sem citar nomes, ministro afirmou que a Corte não se “acovardou” mesmo com críticas...

“70% de certeza”, diz ex-affair sobre possível paternidade de Buda

Nina Capelly, prima de MC Binn, descobriu recentemente que está esperando um bebê. A...

Irmã de Gisele Bündchen decidirá sobre socorro do governo Lula ao RS

Instagram/Reprodução 1 de 1 Gisele Bündchen posa de look marrom e cabelos soltos para...

Mais para você