InícioEditorialCelebrando Santo Antônio como manda a tradição

Celebrando Santo Antônio como manda a tradição

Anote o endereço: Rua Direita do Santo Antônio, nº 559. É lá, na residência da família do artista plástico Rodrigo Guedes, 34 anos, que a celebração para Santo Antônio ganha forma, cores e sons, renovando a tradição cultural e religiosa que ele herdou das duas avós. 

E faz questão de continuar, reunindo vizinhos, amigos e quem mais quiser chegar no Tríduo que começa neste domingo (11) e segue até terça (13)– com reza, comidinhas, música e com direito até a distribuição do pãozinho do santo para todo mundo levar pra casa e pedir um ano farto.

“Quem tiver bom coração e quiser conhecer a tradição das rezas feitas em casa pode vir”, convida Rodrigo, que anualmente faz o altar que ocupa a sala e pode ser conferido, mesmo fora do período junino.  O deste ano tem 5 metros de altura. Desta vez, explica, o tema da festa é Irmão Protetor, Sois dos Brasileiros, um trecho do hino de Santo Antônio que enaltece o Brasil, numa referência também ao bicentenário do 2 de Julho.

O Tríduo de Santo Antônio será  aberto com apresentação do Coral do Mosteiro de São de São Bento, às 18h, na sala da casa. A plateia se espalha pela rua e depois segue em procissão até o largo, com o andor do santo homenageado do ano (São Jorge) indo de encontro de Santo Antônio. A noite se encerra com a reza, que traz as cantigas tradicionais embaladas no ritmo do ijexá. Outra novidade da abertura é a participação especial do cantor e compositor  Juraci Tavares,  elho morador do Santo Antônio, que compôs uma música especial para a ocasião.

“Depois da reza tem as iguarias típicas, como o mucunzá, sorteio de brindes, brincadeiras e distribuição do pãozinho de Santo Antônio. Tudo para resgatar e não deixar a tradição de perder”, diz Rodrigo, acrescentando que a família é muito grata a Santo Antônio, que já os retribuiu com um grande livramento.  
Segunda e terça-feira a reza será a partir das 19h30. Não é cobrada nenhuma taxa de visitação, mas há uma urna para quem quiser fazer ofertas espontâneas para ajudar na manutenção do espaço ou levar alimentos não perecíveis para doação.

Tríduo de Santo Antônio/Onde  Rua Direita, nº 559

Domingo (11)  – 18h  Apresentação do Coral do Mosteiro de São de São Bento; Saída da Procissão (19h) e reza, com participação especial cantor Juraci Tavares

Segunda e terça (12 e 13) – 19h30  Reza

Diversão em Casa

Filme Cão Raivoso estreia no Canal Brasil  

Cinema  Vencedor do prêmio do público do 18º Festival de Cinema Brasileiro de Paris, o longa Mundo Cão, dirigido por Marcos Jorge (Estômago), estreia neste domingo no Canal Brasil, às 19h35. O filme mistura drama e suspense na história protogonizada pelos atores Lázaro Ramos e Babu Santana.

Com roteiro de  Lusa Silvestre, o filme narra a saga de vingança de Nenê (Lázaro), um ex-policial criador de cães raivosos. Quando um de seus cachorros morre, ele trava uma batalha contra Santana (Babu),  funcionário do Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo. O filme também conta com Adriana Esteves, Milhem Cortaz e Paulinho Serra no elenco.

A trama se passa em 2007, quando ainda era permitido por lei o sacrifício de animais abandonados. Depois de alguns dias a procura de seu cachorro, Nenê descobre que ele foi morto. Revoltado com a situação e buscando vingança, ele sequestra o filho de Santana, iniciando um perigoso jogo de revanche. 

Turbinando a playlist junina

Alceu junino e ao vivo – Gravado na Fundição Progresso, no Rio, o álbum Meu Querido São João registra na íntegra a turnê de forró que Alceu Valença realiza todos os anos em junho. A gravação que chega às plataformas digitais foi gravada em 1 de julho do ano passado, dia do aniversário do artista. No repertório, muito xote, xaxado e baião para embalar hits autorais como Táxi Lunar (que ganhou single), Anunciação, Tropicana, Girassol e Belle de Jour, ou do repertório de Luiz Gonzaga, como Baião, Vem Morena e Sabiá. A canção que dá título ao álbum, Meu querido São João, foi inicialmente composta para o filme A Luneta do Tempo, escrito e dirigido por Alceu Valença, realizado em 2015. 

Pipoca em clima de São joão – A cantora Márcia Castro aderiu ao clima junino e lança o EP Pipoca Junina, já nas plataformas digitais. O trabalho traz três músicas que celebram o forró, combinando com a MPB e com influências pop. As faixas selecionadas são releituras de clássicos do repertório baiano de forró: Doce Feito Mel, gravada pelo Chiclete com Banana; Poético Olodum, da banda Olodum; e Ao Mar, gravada por Pedro Pondé. “Há muito tempo eu desejo fazer um trabalho que flerte com o São João, uma festa que tem significado especial para mim. Passei uma boa parte de minha infância com avós e tios no sertão, e tenho memórias muito especiais de noites juninas”, afirma Márcia. 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Insegurança alimentar atinge 27,6% dos domicílios brasileiros e 64 milhões de pessoas

Segundo o módulo Segurança Alimentar da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua,...

Saúde feminina: a conexão essencial entre o cuidado físico e mental

A influência do cuidado integral na saúde da mulher revela dados importantes para prevenir...

Jornalistas são barrados de fórum em Londres com ministros do STF

Jornalistas foram impedidos de permanecer no andar do hotel de luxo em que os...

Mais para você