InícioEditorialPolítica NacionalClaudia Raia defende Lei Rouanet e é criticada nas redes sociais

Claudia Raia defende Lei Rouanet e é criticada nas redes sociais

Atriz disse haver “analfabetismo” sobre a importância da legislação para produções de artistas; críticos promovem boicote

Claudia Raia (foto) divulga o musical “A brasileira”, em que interpretará Tarsila do Amaral Reprodução/Instagram (@claudiaraia)

PODER360 20.jan.2024 (sábado) – 13h43

A atriz Claudia Raia foi criticada por anti-lulistas nas redes sociais neste sábado (20.jan.2024) depois de defender a captação de dinheiro via Lei Rouanet –incentivo legal para financiar obras artísticas no Brasil.

Os comentários se deram em relação a uma entrevista da artista ao jornal Folha de S. Paulo em que ela diz que a captação de recursos dessa forma tem uma “importância […] total” para o cenário musical brasileiro. “Me magoa o analfabetismo em relação a isso”, afirma. 

Segundo Claudia, as obras culturais demandam altos gastos e as despesas são amortizadas com os recursos viabilizados pela legislação atual, da Rouanet. O dinheiro vem de isenções fiscais a iniciativas privadas e é redirecionado para atividades culturais (entenda mais no fim da reportagem). 

Para alguns internautas, entretanto, a atriz teria dinheiro suficiente para financiar seus próprios espetáculos. Para embasar esse argumento, resgataram imagens da casa de Claudia –com fotos de uma reportagem da revista Vogue de fevereiro de 2023 que mostra um imóvel de luxo da artista no interior de São Paulo.

“Um empreendedor médio brasileiro não tem essa mamata de Lei Rouanet para financiar seus projetos a fundo perdido. Por que artistas deveriam ter?”, questionou um usuário X (ex-Twitter). 

Outro usuário diz que a lei tem “importância, mas sua aplicabilidade é questionável”. Cobrou que Claudia “ajude a bancar” seus próprios projetos.

Claudia está em processo de divulgação do musical “A brasileira”, no qual interpreta a pintora Tarsila do Amaral (1886-1973), famosa pelo quadro Abaporu. Como reação a fala da artista sobre a Lei Rouanet, muitos defenderam um boicote ao show. 

“Claudia Raia, desista porque nós bolsonaristas não iremos assistir ao seu show. Procure o pessoal do seu papai cachaceiro”, escreveu um internauta em referência ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Claudia fala sobre ter votado em Lula em sua entrevista à Folha de S. Paulo. Disse que não escolheu Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022 porque é “humanista” e “apartidária”.

Não é a 1ª vez que ela é alvo de reações por defender a Lei Rouanet. Em 2023, duas peças em que ela atua tiveram autorização para captação de R$ 5 milhões. A proposta foi criticada nas redes sociais por nomes ligados ao bolsonarismo, como o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do ex-presidente, e a atriz Regina Duarte.

R$ 16,5 BILHÕES EM 2023 Como o Poder360 mostrou em dezembro do ano passado, o montante de R$ 16,5 bilhões autorizado para a Lei Rouanet em 2023 foi recorde em 21 anos. É mais do que o quádruplo do que aprovou o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em 2022 (R$ 3,6 bilhões, em valores corrigidos pela inflação). 

Leia o detalhamento abaixo: 

Bolsonaro é crítico da Lei Rouanet. Logo que Lula assumiu, em 2023, seu antecessor afirmou que “recomeçou a festa” com o incentivo. O petista já disse que a reação de seus opositores era esperada. 

LEI ROUANET Criada em 1991, a Lei Rouanet é considerada uma das maiores ferramentas de incentivo à cultura no Brasil. Produtores culturais, artistas e instituições submetem os seus projetos e propostas para a Secretaria de Fomento e Economia da Cultura para serem analisados. 

Se aprovados, o governo abre mão de parte do Imposto de Renda e concede a renúncia fiscal, e os responsáveis por fazer a proposta podem captar recursos de pessoas físicas ou empresas ao abater o apoio do imposto. Nem sempre todos os recursos são utilizados. 

A lei foi alterada já no início do governo Bolsonaro, em abril de 2019. A comunicação oficial do governo deixou de lado o nome de Rouanet para se referir ao dispositivo e reduziu o valor máximo por projeto de R$ 60 milhões para R$ 1 milhão.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Discordo profundamente de Lula, diz Blinken após fala sobre Holocausto

Secretário de Estado norte-americano diz que apesar das discordâncias, EUA e Brasil precisam agir...

Zilu Godoi rebate discurso de Dado Dolabella sobre Wanessa: “Mentira”

Mãe de Wanessa Camargo, Zilu Godoi decidiu se manifestar nesta sexta-feira (22/2), depois de...

Blinken discorda de Lula, mas diz que “amigos podem ter discordâncias”

O secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Antony Blinken, disse que discorda da...

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Novo membro assumirá cargo na Corte três meses após ser indicado pelo presidente Luiz...

Mais para você