InícioEditorialPolítica NacionalConselho de Ética abre processos contra Nikolas Ferreira, Zambelli, Eduardo Bolsonaro e...

Conselho de Ética abre processos contra Nikolas Ferreira, Zambelli, Eduardo Bolsonaro e mais quatro deputados

Acusações por quebra de decoro parlamentar incluem xingamentos, agressões, constrangimento a colegas, importunação sexual, entre outros; foram sorteadas as listas tríplices para escolha dos relatores

Vinicius Loures / Câmara dos Deputados

Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL – SP) durante audiência na Câmara

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados abriu processos disciplinares nesta terça-feira, 30, contra sete deputados. São eles: Carla Zambelli (PL-SP), Márcio Jerry (PCdoB-MA), Nikolas Ferreira (PL-MG), José Medeiros (PL-MT), Juliana Cardoso (PT-SP), Talíria Petrone (Psol-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PL-SP). Eles foram denunciados, entre outras coisas, por quebra de decoro parlamentar por constrangimento a colegas; importunação sexual; transfobia; xingamentos e agressões; e por acusações feitas em comissões da Casa. Também foram sorteadas, para cada um dos processos, a lista tríplices de parlamentares para a escolha dos relatores. Segundo o deputado federal Leur Lomanto Júnior (União-BA), presidente do conselho, cada relatoria será designada na próxima reunião do conselho, quando começará a contar o prazo de 10 dias úteis para a apresentação do parecer preliminar. Confira abaixo os processos disciplinares abertos contra sete deputados:

Carla Zambelli: A deputada é acusada de quebra de decoro parlamentar por ter xingado o deputado Duarte (PSB-MA) durante audiência com o ministro da Justiça, Flávio Dino. Segundo representação do PSB, a imunidade parlamentar é uma proteção à democracia e não deve ser usada de forma “imoral e zombeteira”. Compõe a lista tríplice para a relatoria do caso os deputados Ricardo Maia (MDB-BA), João Leão (PP-BA) e Washington Quaquá (PT-RJ). Márcio Jerry: O parlamentar é alvo de representação do Partido Liberal (PL) por importunação sexual contra a deputada Julia Zanatta (PL-SC) também durante audiência com Flávio Dino. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento que Jerry se aproxima por trás de Júlia e fala em seu ouvido. Foram a lista tríplice os deputados Alexandre Leite (União-SP), Ricardo Maia e Emanuel Pinheiro Neto (MDB-MT). Nikolas Ferreira: O político mineiro é alvo de representação dos partidos Psol, PDT, PT e PSB pelo episódio corrido no Dia Internacional das Mulheres, quando o Ferreira subiu à tribuna com uma peruca loira. As legendas apontam falta de decoro ao fazer “um discurso de cunho flagrantemente discriminatório e transfóbico”. A lista tríplice sorteada inclui os deputados Bruno Ganem (Pode-SP), Ricardo Maia e Alexandre Leite. José Medeiros: A representação contra Medeiros também foi apresentada or quebra de decoro durante a sessão que comemorava o Dia da Mulher. O deputado é acusado de intimidar a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR) e de xingar e agredir o deputado Miguel Ângelo (PT-MG) quando este foi defender de partido. Compõe a lista tríplice para a relatoria do caso os deputados Ricardo Ayres (Republicanos-TO), Gutemberg Reis (MDB-RJ) e Albuquerque (Republicanos-RR). Juliana Cardoso: O Partido Progressistas apresentou uma representação contra a deputada por ter chamado de “assassinos” os parlamentares favoráveis à urgência do Marco Temporal, incluindo o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). A lista tríplice sorteada inclui os deputados Marcos Pollon (PL-MS), Gabriel Mota (Republicanos-RR) e Luciano Vieira (PL-RJ). Talíria Petrone: Por sua vez, o Partido Liberal acusa a deputada Talíria Petrone (Psol-RJ) de quebra de decoro parlamentar ter acusado, durante reunião da CPI do MST, o deputado Ricardo Salles (PL-SP) de fraudar mapas e ter relação com o garimpo. Foram sorteados para a lista tríplice os deputados Rafael Simões (União-MG), Sidney Leite (PSD-AM) e Gabriel Mota. Eduardo Bolsonaro: O filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) é alvo de acusação do PT pelo episódio com o deputado Marcon (PT-RS). Na ocasião, Eduardo levantou, xingou e ameaçou o petista, que questionou a facada sofrida por Bolsonaro em 2018. Foram sorteados para a tríplice: deputados Albuquerque, Gutemberg Reis e Josenildo (PDT-AP).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro já está em São Paulo para ato na Paulista no domingo

Ex-presidente toma café da manhã com apoiadores na capital;...

Ministros do STF estarão atentos a ato de Bolsonaro em São Paulo

Os ministros do Supremo Tribunal Federal se comprometeram a acompanhar o ato de Jair...

Buscas por fugitivos de penitenciária federal de Mossoró chegam ao 11º dia

As buscas pelos dois detentos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio...

CEO da Vale diz confiar no conselho para decidir nova gestão

Recondução de Eduardo Bartolomeo à presidência da mineradora é impasse no colegiado; mandato vai...

Mais para você