InícioEditorialEsportesContratações acirram disputa por posições no meio-campo e ataque do Bahia

Contratações acirram disputa por posições no meio-campo e ataque do Bahia

As competições do primeiro semestre ficaram para trás e o Bahia mira agora as fases mais avançadas da Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Para os próximos compromissos, o time ganhou reforços, e o técnico Renato Paiva terá uma boa dor de cabeça para montar o meio-campo e o ataque. 

Pensando no restante do ano, o Esquadrão anunciou três contratações: o zagueiro Vitor Hugo, o meia Thaciano e o atacante Ademir. Do trio, Thaciano é quem encontrará um setor com a maior disputa por posição. 

Atualmente, Renato Paiva conta com dez opções para montar o meio-campo tricolor. Ao longo do primeiro trimestre, Paiva revezou bastante no setor.  Com maior poder de marcação, Rezende, por exemplo, alternou entre o papel de volante e de zagueiro.

Já o meia Daniel foi da titularidade ao banco e voltou ao time titular em uma função mais recuada, no esquema com três zagueiros. Cauly e Acevedo se firmaram nos últimos jogos do Campeonato Baiano, mas têm de perto a sombra de atletas como Yago e Lucas Mugni. 

Nesse cenário, a característica de ser um polivalente pode ajudar Thaciano a conquistar uma vaga no time. No Grêmio, o jogador era um curinga de Renato Gaúcho e chegou a jogar até de lateral direito.

Na primeira passagem pelo Bahia, Thaciano se destacou no papel de segundo homem de meio-campo. Pensando por características, hoje ele teria como principais concorrentes Yago, Daniel, Mugni e Acevedo. Paiva tem ainda as opções de Patrick Verhon e Diego Rosa. Este último tem características mais defensivas. 

“Quando se tem mais de um com qualidade na posição, é bom para o grupo, para as competições que a gente vai disputar. Da função ali, vai depender do que ele quer de mim. Ele sabe onde gosto de jogar. Isso vai depender do Paiva”, analisa Thaciano.

Já no ataque, a curiosidade recai sobre o posicionamento de Ademir. Contratado do Atlético-MG, ele chega como um dos principais nomes do Esquadrão na temporada. Ademir é ponta direita de origem, mas no atual esquema do Bahia, com três zagueiros, teria que assumir a função de ala. A posição atualmente é ocupada por Jacaré, que venceu a concorrência dos laterais André e Cicinho. 

“Esse esquema foi usado muitas vezes no América-MG, e eu fiz a função como ala também. Estou bem tranquilo. Vou me sentir bem à vontade onde quer que seja, na posição em que ele me colocar. Importante eu contribuir de alguma forma para a gente ganhar os jogos”, disse o jogador.

O lado direito do ataque conta ainda com o atacante Kayky, de 19 anos. Ele viveu uma fase de titular, perdeu espaço após a mudança do esquema tático e iniciou as últimas quatro partidas no banco de reservas. 

A estreia de Ademir pode acontecer terça-feira (11), às 16h30, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Volta Redonda. A partida será na cidade de mesmo nome, no interior do Rio de Janeiro. 

Já Thaciano terá que esperar a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Red Bull Bragantino, no sábado (15). Como disputou a Copa do Brasil pelo Grêmio, ele não pode defender o Bahia na competição.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você