InícioEditorialDamares diz que não colocará Bolsonaro “na parede”. Entenda

Damares diz que não colocará Bolsonaro “na parede”. Entenda

A ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves (Republicanos) reafirmou que vai concorrer ao Senado pelo Distrito Federal. Após reunião na sede do Republicanos, nesta terça-feira (10/5), Damares deu declarações em que rebateu informações de que sua pré-candidatura seria falsa.

“Chegou um ponto que não tem mais recuo. Isso aqui está grande demais e está vindo muita gente apoiar a causa. É para valer, é de verdade, não é brincadeira, não é para fazer acordo, não é para chantagear ou amedrontar”, afirmou.


0

 

O presidente do Republicanos no DF, Wanderley Tavares, disse que a pré-candidatura de Damares deve ser lançada entre 29 de maio e 7 de junho.

Damares, Wanderley e o presidente nacional do Republicanos, deputado Marcos Pereira (SP), definiram o conceito da campanha política da ex-ministra, que terá os seguintes motes: “Respeito ao próximo”, “Cuidado com idosos”, “Luta contra a pedofilia”, “DF bem representado” e “O social em primeiro lugar”.

E a Flávia?

Eventual candidatura de Damares ao Senado embaralha o tabuleiro político no DF. É que, além de Damares, outra ex-minsitra também quer disputar a única vaga de senadora. Flávia Arruda (PL) e Damares são aliadas do presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus partidos integram a base do governador Ibaneis Rocha (MDB), que só pode ter uma candidata ao Senado em sua chapa.

Ibaneis e Flávia Arruda mantêm aliança para as eleições deste ano

Damares disse que não vai colocar Bolsonaro “na parede”: “Não vamos trazer o presidente para esse constrangimento. Quem vai decidir isso é a população. O presidente tem respeito e admiração pelas duas. Eu tenho respeito e admiração pela Flávia e tenho certeza que de lá para cá é do mesmo jeito. Então, não vamos colocar o presidente na parede para ele escolher. As duas servem a este governo.”

“Vamos deixar que a população faça essa decisão. Tenho certeza que os nosso líderes políticos locais, na hora que tiverem líderes na mão, vão escolher a que tem mais potencial de ser eleita. E, com certeza, sou eu.”

O presidente regional do Republicanos disse que a candidatura de Damares não é negociável. “A gente não tem nenhuma condição, hipótese ou possibilidade de negociar a candidatura da Damares. Essa decisão não é regional, é nacional com articulação dos respectivos presidentes dos partidos da base do Bolsonaro”, afirmou.

Tavares ressaltou que o partido ainda segue buscando uma composição com Ibaneis: “Ele vai tomar a decisão dele e, em cima disso, nós vamos tomar a nossa. E tudo pode acontecer.”

Damares disse que, se eleita, sua primeira medida será a consolidação das leis penais. “O Código Penal está na gaveta desse 2012. Por que não fizeram essa reforma? Eles têm medo do que? Não tenho medo de ninguém, não tem rabo preso com ninguém. O Estatuto do Idoso fala uma coisa, a Maria da Penha fala outra. Temos uma Lei Maria da Penha rígida com medidas punitivas e protetivas, mas também temos um Estatuto do Idoso com medidas tão frágeis”, assinalou.

Retiro

Damares viaja nesta quarta-feira (11/5) para Israel em um retiro espiritual, junto ao bispo JB Carvalho e a primeira-dama Michelle Bolsonaro. A previsão é de que a viagem dure de 7 a 15 dias. “Vou à Terra Santa orar pela minha nação e pelo Distrito Federal”, disse.

O post Damares diz que não colocará Bolsonaro “na parede”. Entenda apareceu primeiro em Metrópoles.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Segmento de alimentação abre oportunidades às empresas no Ceará

Saúde, bem-estar e inovação também impulsionam empreendedores no Estado, segundo o Sebrae No Ceará,...

Sete anos após Joesley delatar, Lula vai à JBS e critica a “mentira”

Lula visitou nessa sexta-feira uma indústria de processamento de carne da JBS, elogiou os...

O candidato de Lula a presidente da Câmara não será o de Arthur Lira

A fala original de Ulysses Guimarães, presidente do MDB, da Câmara dos Deputados e...

Atletas olímpicos “convocam” a população para votar nas Eleições 2024

No ano em que o mundo voltará os olhos para os Jogos Olímpicos de...

Mais para você