InícioEditorialPolítica NacionalDamares quer youtuber petista no inquérito de milícias digitais

Damares quer youtuber petista no inquérito de milícias digitais

Senadora envia pedido para Moraes com base em reportagem que afirma que Thiago dos Reis age nos moldes no “gabinete do ódio”

O advogado de Damares Alves (foto) escreveu no pedido que Moraes deve ser imparcial Waldemir Barreto/Agência Senado – 26.mar.2024

PODER360 12.jun.2024 (quarta-feira) – 10h04

A senadora Damares Alves (Republicanos-DF) pediu, na 3ª feira (11.jun.2024), ao ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), a inclusão do influenciador Thiago dos Reis no inquérito 4874, conhecido como “inquérito das milícias digitais”. Eis a íntegra da solicitação (PDF – 177 kB).

O youtuber de 36 anos é filiado ao PT, tem um canal com 1,5 milhão de inscritos e mais de 991,5 milhões de visualizações.

No pedido, o advogado de Damares, Marco Vinicius Pereira de Carvalho, afirmou que, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o “influenciador digital é alimentado por fontes do governo” e “age nos mesmos moldes daquele aparato que, no passado recente, a própria imprensa denominou ‘gabinete do ódio’, instalado no Palácio do Planalto”.

Thiago dos Reis, segundo o advogado, “é visto como um dos principais influenciadores digitais a serviço do governo, no entanto, suas publicações são recheadas de ódio, ataques e desinformação em desfavor de adversários políticos da esquerda”.

O inquérito das milícias digitais foi aberto em 2021, durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Relatado por Moraes, apura a existência de supostos grupos criminosos que usam a internet para atentar contra a democracia, as instituições e o estado de direito.

“Por certo, vossa excelência, ao manter o presente inquérito ativo, pretende atuar no combate a todo tipo de conduta eivada de desinformação nas redes sociais e, de forma imparcial, deve apurar a situação descrita na matéria jornalística indicada e inibir qualquer tipo de desinformação, que fere as liberdades democráticas ao induzirem o público a formarem opiniões, positivas ou negativas, muitas vezes, sob a influência de falsas premissas conscientemente propagadas, como rotineiramente ocorre com o denunciado”, escreveu o advogado.

O Poder360 entrou em contato com o influenciador Thiago dos Reis, mas não obteve resposta até a publicação deste texto. O espaço segue aberto.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Cidade de São Paulo recebe mais doses da vacina contra dengue

A cidade de São Paulo recebeu uma nova remessa de vacinas contra a dengue,...

Apex aponta desvios do pai de Mauro Cid em caso das joias sauditas

A ApexBrasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, divulgou nesta sexta-feira (12)...

Economia surpreende e redes criam “desinformação”, diz Haddad

Ministro da Fazenda volta a falar em desafio de comunicação da equipe econômica; segundo...

Bet Esporte: Apostas e Dicas no Mundo dos Esportes

Este artigo faz uma análise detalhada dos melhores sites de apostas esportivas do Brasil. Mostra suas...

Mais para você