InícioEntretenimentoCelebridadeDenúncias anônimas batem recorde e levam a 5,3 mil prisões em 2023

Denúncias anônimas batem recorde e levam a 5,3 mil prisões em 2023

São Paulo — As denúncias anônimas feitas para a Polícia Militar (PM) de São Paulo alcançaram o maior número em dez anos, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP). De janeiro a dezembro de 2023, foram registradas 93,6 mil queixas nas plataformas oficiais, um aumento de 25% em relação ao ano anterior. No período, 5,3 mil suspeitos foram presos — sendo 1,8 mil foragidos da Justiça — a partir das denúncias.

Os registros são feitos por telefone, via 181, ou pela plataforma on-line do Web Denúncia. As informações passadas são analisadas por uma equipe especializada e ajudam a corporação a solucionar crimes, de acordo com a pasta. Das 93,6 mil denúncias, 71,6 mil foram registradas por telefone e 22 mil pela internet. O número alcançado pela plataforma on-line também é recorde.

Qualquer tipo de crime pode ser denunciado na plataforma. Os mais comuns são de tráfico de drogas, roubos, furtos e informações sobre procurados pela Justiça. Em ambas as ferramentas o denunciante pode passar informações sem ser identificado.

Em novembro do ano passado, uma denúncia anônima feita pelo 181 foi responsável pela localização de 34 “mulas” — pessoas que transportam drogas dentro do próprio corpo. O grupo, que estava em uma casa na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo, levaria o entorpecente para o exterior. Uma pessoa responsável pelo esquema foi presa em flagrante, e diversos passaportes foram apreendidos.

Denúncias em 2024 Só neste ano, nos meses de janeiro e fevereiro, o serviço recebeu 16,6 mil denúncias nos dois canais, informou a SSP. O recurso já levou a corporação a prender um falso policial com drogas e um homem que mantinha a mulher e os filhos em cárcere por 3 anos.

“O que temos visto é que com o passar do tempo a sociedade vai conhecendo melhor o programa e passa a ter mais confiança no serviço. Como consequência, acaba denunciando mais”, disse o sargento Gustavo Caligiuri, analista estratégico do Disque Denúncia.

“A polícia depende da parceria da sociedade para o serviço funcionar. É por meio das denúncias que conseguimos solucionar diversos crimes A polícia não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo e saber de todos os fatos que acontecem”, completou o sargento.

Como fazer a denúncia A denúncia pela plataforma pode ser realizada por qualquer pessoa e a qualquer hora por meio do site (clique aqui).

Para fazer o registro, basta clicar em “Denunciar”, escolher o tipo de crime e preencher o formulário com os dados da ocorrência. Ao final, é fornecida uma senha pelo sistema para que o denunciante possa acompanhar a apuração da polícia.

Já se o cidadão preferir passar as informações por telefone, é só ligar para o 181. Ele será atendido por um telefonista e poderá fornecer as informações para que a denúncia contra o crime seja registrada.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

MPF investiga suposta omissão da PF em ação que matou 26 em Varginha

Polícia Federal indiciou 39 policiais do Bope e da PRF por supostos crimes de...

Casos TikTok e Musk põem holofote em debate político sobre redes e soberania digital

Foto: Tânia Rego/Arquivo/Agência Brasil Casos TikTok e Musk põem holofote em debate político...

Exclusivo: Rodrigão e Adriana Sant’Anna são condenados na Justiça

Quem aí não se recorda do caso babadeiro envolvendo uma briga do ex-BBB Rodrigão,...

CE: professor de muay thai e amigo são presos por golpe do falso Pix

Reprodução 1 de 1 imagem colorida dupla presa golpe pix loja suplementos ceara ...

Mais para você