InícioNotíciasPolíticaDF: em 2 anos, 41 postos foram notificados por aumento no preço...

DF: em 2 anos, 41 postos foram notificados por aumento no preço de combustíveis

A notificação feita pelo Procon-DF pede que os postos de combustíveis esclareçam o motivo do aumento no preço da gasolina e do diesel 31/05/2023 3:30, atualizado 30/05/2023 21:19

Hugo Barreto/Metrópoles

Em dois anos, pelo menos 41 postos de gasolina do Distrito Federal foram notificados por aumentarem o preço dos combustíveis sem justificativa. Segundo os dados do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF), apenas este ano, 22 estabelecimentos foram notificados.

A notificação pede que o local apresente documentação ou justificativas para o aumento no preço dos combustíveis identificado pelo Procon. Dos 22 intimados em 2023, 10 já apresentaram defesa — que está em análise pelo instituto.

Até o momento, em 2023, apenas um posto foi autuado pela prática. Nesta terça-feira (30/5), dois dias antes da volta de tributos federais sobre gasolina e etanol, estabelecimentos do DF registraram preço mais alto sob alegação de escassez da gasolina.

Veja as notificações de postos do DF por ano:

2021: 6 postos foram notificados; sendo 2 autuados.2022: 13 postos foram notificados, sem autuação até o momento.2023: 22 postos foram notificados; sendo um autuado até o momento.  Há 10 notificações em fase de análise na Diretoria de Fiscalização do Procon-DF.***foto-pessoa-abastece-carro-com-combustível

O preço da gasolina tem uma explicação! Alguns índices são responsáveis pelo valor do litro de gasolina, que é repassado ao consumidor na hora de abastecerGetty Images

***foto-letreiro-digital-com-preço-do-combustível

Há quatro tributos que incidem sobre os combustíveis vendidos nos postos: três federais (Cide, PIS/Pasep e Cofins) e um estadual (ICMS)Getty Images

***foto-homem-trabalha-em-indústria-petrolífera

No caso da gasolina, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a composição do preço nos postos se dá por uma porcentagem em cima de cada tributoGetty Images

***foto-refinaria-de-petróleo

O preço na bomba incorpora a carga tributária e a ação dos demais agentes do setor de comercialização, como importadores, distribuidores, revendedores e produtores de biocombustíveisGetty Images

***foto-veículo-abastecido-com-combustível-em-posto

Além do lucro da Petrobras, o valor final depende das movimentações internacionais em relação ao custo do petróleo, e acaba sendo influenciado diretamente pela situação do real – se mais valorizado ou desvalorizadoGetty Images

***foto-mangueiras-de-combustível

A composição, então, se dá da seguinte forma: 27,9% – tributo estadual (ICMS); 11,6% – impostos federais (Cide, PIS/Pasep e Cofins); 32,9% – lucro da Petrobras; 15,9% – custo do etanol presente na mistura e 11,7% – distribuição e revenda do combustívelGetty Images

***foto-notas-de-dólar

O disparo da moeda americana no câmbio, por exemplo, encarece o preço do combustível e pode ser considerado o principal vilão para o bolso do consumidor, uma vez que o Brasil importa petróleo e paga em dólar o valor do barril, que corresponde a mais de R$ 400 na conversão atual Getty Images

***foto-preço-da-gasolina

A alíquota do ICMS, que é estadual, varia de local para local, mas, em média, representa 78% da carga tributária sobre álcool e diesel, e 66% sobre gasolina, segundo estudos da FecombustíveisGetty Images

Denúncia do preço de combustíveisSegundo o Procon, os consumidores podem fazer denúncias enviando foto e endereço do posto para o e-mail [email protected].

Mais lidas

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Discordo profundamente de Lula, diz Blinken após fala sobre Holocausto

Secretário de Estado norte-americano diz que apesar das discordâncias, EUA e Brasil precisam agir...

Zilu Godoi rebate discurso de Dado Dolabella sobre Wanessa: “Mentira”

Mãe de Wanessa Camargo, Zilu Godoi decidiu se manifestar nesta sexta-feira (22/2), depois de...

Blinken discorda de Lula, mas diz que “amigos podem ter discordâncias”

O secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Antony Blinken, disse que discorda da...

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Novo membro assumirá cargo na Corte três meses após ser indicado pelo presidente Luiz...

Mais para você