InícioEditorialEm evento na Bahia, Bolsonaro fala de caso Daniel Silveira: 'Dia importante...

Em evento na Bahia, Bolsonaro fala de caso Daniel Silveira: ‘Dia importante pro Brasil’

O presidente Jair Bolsonaro participou nesta sexta-feira (22), em Porto Seguro, na Bahia, de eventos celebrando o 22 de abril, data da chegada dos português ao Brasil. 

Bolsonaro chegou no avião presidencial por volta das 14h. Do Aeroporto Internacional ele foi direto para a Cidade Histórica, onde aconteceu uma cerimônia marcando os 522 anos da chegada dos portugueses. Gritos de “mito, mito” foram ouvidos antes do discurso do presidente. Na sua fala, Bolsonaro destacou a importância de ter um país “unido” e falou também da pandemia. “Enfrentamos uma pandemia, onde eu não fechei uma casa de comércio sequer. Sempre defendi a autonomia médica e a liberdade de cada um de vocês”, disse.

Depois, ele afirmou que ontem foi um “dia importante” para o Brasil.

Tem certas coisas que só se dá valor depois que se perde”, disse. “Ontem foi um dia importante pro nosso pais. Não pela pessoa que estava em jogo. Mas o simbolismo de que nós temos, mais que o direito, a garantia da nossa liberdade“, afirmou Bolsonaro.  

Acompanhado de apoiadores, o presidente participou também de um passeio de motos. Os bolsonaristas celebraram também o indulto individual concedido por Bolsonaro ao deputado federal Daniel Silveira, condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 

Pela manhã, povos indígenas fizeram um protesto pedindo demarcação de terras e respeito. Gritos de “Fora, Bolsonaro” foram entoados. “22 de abril, a prefeitura de Porto Seguro convida o atual presidente do Brasil para comemorar o aniversário do início do massacre dos povos indígenas do Brasil”, disse Tukuma Pataxó pelas redes sociais.

Bolsonaro também falou desse protesto. “Dizer a esses irmãos indígenas que nós temos um projeto que há 1 ano e pouco tramita no Congresso, que visa dar liberdade a todos eles. Eles poderão fazer com sua terra o mesmo que o irmão fazendeiro faz na terra vizinha. Poderão produzir e explorar as riquezas das sua propriedade”, disse. “Não queremos irmãos pobres em cima de terras ricas”, acrescentou. O projeto em questão libera atividades de mineração em terras indígenas. 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Homem deu entrada em unidade de saúde de Itamaraju, com tiro na barriga

A polícia de Itamaraju, investiga um caso onde um homem deu entrada na unidade...

Lula deixa Alvorada e viaja para São Paulo

LGPD a) Para receber as informações solicitadas, você nos autoriza a usar o seu...

O eleitor cidadão (por Gaudêncio Torquato)

Se a política é a arte do possível, como tem sido conceituada, cabe considerá-la...

Mais para você