InícioEditorialEmpresário Thiago Brennand é condenado a 8 anos de prisão por estupro

Empresário Thiago Brennand é condenado a 8 anos de prisão por estupro

O empresário Thiago Brennand, de 43 anos, recebeu uma nova condenação de oito anos de prisão em um dos processos em que é acusado de estupro. Com a sentença divulgada nesta quinta-feira, 18, ele acumula um total de 20 anos e dois meses de prisão em regime fechado por crimes sexuais e agressão física. O processo corre em segredo de Justiça e ainda cabe recurso. A juíza Raisa Alcântara Cruvinel Schneider, responsável pela decisão, determinou também que Brennand pague uma indenização de R$ 50 mil à vítima. Atualmente, Brennand está detido preventivamente no Centro de Detenção Provisória 1 de Pinheiros, em São Paulo. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, ele permanece preso provisoriamente, uma vez que as condenações são em primeira instância e ainda não transitaram em julgado. O empresário também enfrenta outras acusações de agressão e crimes sexuais.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O empresário, representado pelo advogado Roberto Podval, não se pronunciou sobre a condenação. Em ocasiões anteriores, ele negou as acusações, afirmando que não estuprou ninguém e que muitas pessoas no país têm sede de vingança. Thiago Brennand enfrenta um total de nove processos criminais, sendo que já foi condenado em três deles e fez acordo em outros dois. Além da nova sentença, Brennand foi condenado a dez anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma mulher americana em Porto Feliz, cidade localizada a 90 km de São Paulo. Ele também recebeu uma pena de um ano e oito meses, além de indenização, pelo caso de agressão à modelo Alliny Helena Gomes em uma academia de luxo na capital paulista.

Após a repercussão do caso, diversas mulheres denunciaram Thiago Brennand por violência sexual, incluindo estupro. O empresário sempre negou as acusações por meio de vídeos publicados nas redes sociais. Em setembro de 2022, ele viajou para os Emirados Árabes Unidos pouco antes de ser denunciado pelo Ministério Público por suspeita de agressão à modelo. Brennand foi extraditado de volta ao Brasil em abril do ano seguinte. Em outros dois casos, nos quais havia acusações de ameaça e injúria, houve acordo entre as partes, ambos realizados pela 2ª Vara de Porto Feliz, onde o empresário possui uma residência.

 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lewandowski determina inspeções em penitenciárias federais

Ministério da Justiça diz que câmeras defeituosas devem ser substituídas e o efetivo de...

Pomba ou rola? Chico Pinheiro detona Silas Malafaia. Entenda!

Chico Pinheiro virou assunto nesta quarta-feira (21/2), depois de fazer uma publicação bastante polêmica...

TV Globo toma atitude após atraso no pagamento de figurantes

Depois da coluna Fábia Oliveira noticiar que figurantes da TV Globo estavam reclamando da...

Mais para você