InícioEditorialPolítica NacionalGreve dos motoristas de ônibus em SP é suspensa

Greve dos motoristas de ônibus em SP é suspensa

Sindicatos e empresas entraram em acordo em encontro mediado pelo presidente da Câmara, Milton Leite

Sindicato irá debater proposta em assembleia na 4ª feira (3.jul); na imagem, pedestres atravessam faixa com ônibus ao fundo Rovena Rosa/Agência Brasil

Luciana Saravia 2.jul.2024 (terça-feira) – 23h49

A greve dos motoristas de ônibus em São Paulo foi suspensa na noite desta 3ª feira (2.jul.2024) depois de a categoria e representantes patronais entrarem em um acordo. O encontro foi mediado pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Milton Leite (União Brasil).

“Construímos um acordo que pacificou o setor. Estamos avançando. Os pontos foram discutidos, os pontos divergentes. Conseguimos convergir e avançar”, disse Leite ao Poder360.

O SindMotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo) terá uma assembleia com as bases na 4ª feira (3.jul) para discutir o acordo.

Dentre as medidas acordadas, até o momento, estão:

reajuste salarial de 3,6%; jornada de trabalho de 6h30m trabalhadas e 30 minutos de intervalo; e ticket refeição mensal com o valor diário de R$ 35,5. As partes ainda devem se reunir em 10 de julho para acertar os detalhes e continuar as negociações sobre os pontos que ficaram pendentes.

São eles:

participação nos lucros e resultados; cesta básica sem a palavra “similar”; e seguro de vida de 10 salários mínimos para o motorista e de 5% sobre o valor vigente para os demais trabalhadores.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Representando a moda masculina, Márcio Souza

O mercado da moda masculina tem tido uma considerável crescente no mercado mundial, mostrando...

Receita Federal divulga dados da arrecadação de junho na 5ª feira

O Fisco trará informações sobre as receitas depois que...

Da Venezuela a Argentina, Lula nega inimizades: “Elejam quem quiserem”

São Paulo — Depois de dar indiretas ao presidente argentino Javier Milei, o presidente...

Ministério da Saúde anuncia R$ 140 milhões para hospitais do Rio Grande do Sul

O Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 143,7 milhões para hospitais do...

Mais para você