InícioEditorialGuaidó participa de audiência na Câmara brasileira e diz que ‘tragédia do...

Guaidó participa de audiência na Câmara brasileira e diz que ‘tragédia do povo venezuelano não é narrativa’

Principal opositor do presidente Nicolás Maduro na Venezuela, o deputado Juan Guaidó participou virtualmente de audiência pública na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 31, e voltou a criticar duramente o mandatário, acusado de implementar uma ditadura no país vizinho. Na abertura do evento, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) chamou o presidente venezuelano de “narcoditador”. Guaidó, que está exilado em Washington, capital dos Estados Unidos, se autodeclarou presidente da Venezuela em oposição a Maduro entre 2019 e 2022. Ele rebateu as críticas feitas por Lula naquele período, quando o presidente brasileiro chamou de “absurdo” o seu reconhecimento como presidente legítimo do país vizinho do Brasil.

Durante o evento, Guaidó ainda lembrou do apoio do petista a Maduro nesta semana e disse ter certeza que as palavras de Lula não representam a opinião dos brasileiros. “A tragédia que se passa com o povo venezuelano não é uma narrativa”, reforçou. O líder da oposição na Venezuela agradeceu ao Congresso do Brasil por alçar a voz contra o ditador venezuelano. Ele também publicou sua participação em redes sociais.

As sucessivas defesas do presidente Lula ao ditador venezuelano irritou os parlamentares brasileiros e os presidentes do Uruguai, Luis Lacalle Pou, e do Chile, Gabriel Boric, que criticaram a fala do presidente brasileiro. Maduro foi recebido com honras oferecidas a chefes de Estado no Palácio do Planalto, com críticas contundentes tanto por parte da oposição como de analistas políticos e aliados do governo. O líder da Venezuela veio ao país para participar da Cúpula da América do Sul, em Brasília. O deputado federal Luiz Lima (PL-RJ) lembrou que os congressistas defendem criar mecanismos de controle para evitar a vazão de recursos brasileiros para a Venezuela. “Existe uma PEC2/2023. Qualquer empresa que enviará recursos para a Venezuela, deverá passar pelo Congresso Nacional”.

Guaidó disse aos parlamentares que é muito grave para a democracia da América Latina as declarações de Lula sobre a situação na Venezuela. “O presidente Lula mente, porque ele sabe muito bem o que ocorre na Venezuela. O regime de Nicolás Maduro segue torturando e assassinando venezuelanos”, afirma Guaidó. O líder venezuelano destacou ainda que tem certeza de que as palavras de Lula não representam a opinião dos brasileiros.

O encontro online foi organizado pelo vice-líder da oposição ao governo Lula, deputado Marcel van Hattem (NOVO-RS) que ressaltou que, apesar do sentimento de vergonha pelo apoio de Lula a Maduro, o Parlamento brasileiro não se omitiu. Van Hattem e o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Sóstenes Cavalcante, convidaram Guaidó a visitar o Brasil como uma “autoridade de verdade” da Venezuela. Guaidó confirmou que pretende vir ao Brasil.

A reunião contou ainda com a participação de parlamentares da oposição, como os senadores Eduardo Girão e Rogério Marinho (PL-RN) e os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Osmar Terra (MDB-RS), Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), Rosângela Moro (União-SP), Gilson Marques (NOVO-SC), Sargento Fahur (PSD-PR), Delegado Palumbo (MDB-SP), Luiz Philippe de Orléans e Bragança (PL-SP), Mauricio Marcon (Podemos-RS), Adriana Ventura (Novo-SP), Carlos Jordy (PL-RJ), General Pazuello (PL-RJ) e Julia Zanatta (PL-SC).

 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro ofereceu apoio jurídico a jornalista português preso pela PF

Sérgio Tavares foi detido no aeroporto de Guarulhos neste domingo (25.fev) por problemas no...

Apoiadores atendem Bolsonaro e vão à Paulista sem faixas contra o STF

São Paulo — Os milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) que se aglomeram...

Movimentação aumenta e milhares se juntam na Avenida Paulista

Milhares de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) aguardam a chegada do político e...

Mais para você