InícioLazer, vida e culturaSaúdeHemorio registra queda de 25% no número de doações em setembro

Hemorio registra queda de 25% no número de doações em setembro

Logo Agência Brasil

O Instituto Estadual de Hematologia do Rio (Hemorio) informou que entrou em alerta vermelho por falta de doações de sangue em setembro. Ao todo, o hemocentro contabilizou cerca de 25% de bolsas a menos coletadas em relação ao mesmo período de 2021, quando o estado do Rio de Janeiro vivia um período crítico da pandemia de covid-19.

Segundo o instituto, caso a população não se mobilize, grandes emergências do estado podem sentir o impacto em seus atendimentos durante as ocorrências das festas de final de ano.

“Este é um momento muito crítico para o Hemorio e para o estado. Neste período de mobilização popular em virtude das eleições, é fundamental a participação da população também nesse gesto solidário tão importante que é a doação de sangue. Não podemos deixar nossas unidades de saúde desassistidas a poucos meses das festas de fim de ano”, disse, em nota, o diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Notícias relacionadas:

  • Hemorio lança campanha para incentivar doações de sangue.

“Este é um momento muito crítico para o Hemorio e para o estado. Neste período de mobilização popular em virtude das eleições, é fundamental a participação da população também nesse gesto solidário tão importante que é a doação de sangue. Não podemos deixar nossas unidades de saúde desassistidas a poucos meses das festas de fim de ano”, disse, em nota, o diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Quem pode doar

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem ter ainda um documento de identidade do responsável.  Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

Os voluntários não podem ter tido hepatite após os 10 anos, nem estar expostos a doenças transmissíveis pelo sangue (sífilis, AIDS, hepatite e doença de Chagas). Mulheres grávidas ou amamentando e usuários de drogas não podem doar sangue. Além disso, quem foi infectado pela covid-19 pode doar após 30 dias do fim dos sintomas e quem já recebeu a vacina pode doar após sete dias (48h em caso de CoronaVac).

Para mais detalhes ou informações, o doador pode consultar as redes sociais do Hemorio ou ligar para o Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h, pelo número 0800 282 0708.

O Hemorio está localizado na Rua Frei Caneca 8, Centro, e funciona de segunda a domingo, das 7h às 18h (inclusive durante as eleições).

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Grupo que matou jovem fez outra vítima com “mesmo modus operandi”

Os envolvidos na morte do vendedor Matheus Silva Cruz (foto em destaque), 23 anos,...

Rio de Janeiro decreta epidemia de dengue

O Estado do Rio de Janeiro decretou nesta quarta-feira, 21, epidemia de dengue em...

Tudo acordado com o Executivo sobre emendas foi sancionado, diz Haddad

“Isso foi reconhecido pelo próprio Arthur Lira”, afirma o ministro da Fazenda em relação...

Marta estreia na campanha de Boulos em reduto onde ajudou rival tucano

São Paulo – De volta ao PT, a ex-prefeita paulistana Marta Suplicy fará, nesta...

Mais para você