InícioNotíciasPolíticaHomem que assassinou mãe e filha em mata do DF é condenado...

Homem que assassinou mãe e filha em mata do DF é condenado a 30 anos

Shirlene Ferreira da Silva, 38 anos, e a filha dela, Tauane Rebeca da Silva, 14, foram mortas próximo a um córrego do Sol Nascente, em 2021 13/04/2023 21:50, atualizado 13/04/2023 22:25

Rafaela Felicciano/Metrópoles

A Justiça do Distrito Federal condenou, nesta quinta-feira (13/4), Jeferson Barbosa dos Santos, 25 anos, a 30 anos e 6 meses de prisão pelo assassinato brutal de mãe e filha no córrego da Coruja, no Sol Nascente, em 9 de dezembro de 2021. Jeferson irá responder por dois homicídios duplamente qualificados e dupla ocultação de cadáver.

Os corpos de Shirlene Ferreira da Silva, 38, grávida de 4 meses, e da filha dela, Tauane Rebeca da Silva, 14, só foram encontrados no dia 20 do referido mês. No período, elas foram dadas como desaparecidas.

À época, o acusado fugiu e foi preso somente em fevereiro de 2022, na Bahia. Posteriormente, ele teve a preventiva decretada, onde permanecia à espera do julgamento.

Confira a história do assassinato brutal:

3 Cards_Galeria_de_Fotos

Rafaela Felicciano/Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Shirlene Ferreira da Silva, de 38 anos, e a filha Tauane Rebeca da Silva, 14 anos, desapareceram no dia 9 de dezembro, após saírem para tomar banho em um córrego no Sol Nascente. Shirlene estava grávida de 4 mesesRafaela Felicciano/Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (14)

A última pessoa a ter contato com as duas foi Lucas, 12 anos, filho caçula da mulherGustavo Moreno/ Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Assim que seu pai, Antônio Batista, chegou do trabalho, o menino o alertou sobre o sumiço das familiares. Segundo o relato do jovem, a mãe pegou mochila, toalha amarela listrada, guarda-chuva e biscoito, e saiu com a irmã dele para o córrego, mas as duas não retornaramRafaela Felicciano/Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Após contatar a família e não obter retorno quanto ao paradeiro da esposa e filha, Antônio Batista, marido de Shirlene, acionou os bombeiros. As buscas começaram no mesmo diaGustavo Moreno/ Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

No entanto, somente em 11 de dezembro, terceiro dia de investigação, a primeira pista surgiu. Segundo os bombeiros, cães encontraram chinelo e um guarda-chuva que, de acordo com Antônio, pertenciam às vítimasCBMDF/Divulgação

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

O quarto dia de buscas foi marcado pela informação de que Shirlene e a filha estariam em uma igreja em Samambaia, o que chegou a interromper a procura. Como a informação não se confirmou, as buscas foram retomadasCBMDF/Divulgação

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Devido ao clima chuvoso e ao difícil acesso ao local, as buscas precisaram ser interrompidas por diversas vezesGustavo Moreno/ Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Em 14 de dezembro, sexto dia de busca, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) abriu nova linha de investigação e passou a trabalhar com a hipótese de as duas terem fugido para o Piauí, terra natal de ShirleneIgo Estrela/ Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Após oito dias e sem qualquer pista sobre o paradeiro de mãe e filha, os bombeiros encerraram a procura e as investigações ficaram apenas com a Polícia Civil do DFGustavo Moreno/ Metrópoles

Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Em 18 de dezembro, no entanto, uma testemunha ocular informou à polícia que viu Shirlene e a filha descendo para o córrego. Com isso, as buscas foram retomadasGustavo Moreno/ Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

Em 20 de dezembro, 11 dias após o desaparecimento, a PCDF encontrou os corpos das vítimas, cobertos por folhas, às margens do córregoPCDF/ Divulgação

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

A região onde os corpos foram encontrados é a mesma onde Cleonice Marques de Andrade, uma das vítimas de Lázaro Barbosa, foi morta pelo maníaco que aterrorizou o DF e o Entorno, em junhoRafaela Felicciano/Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (2)(1)

À época, a PCDF cogitou a possibilidade de que Shirlene e a filha poderiam ter sido vítimas de latrocínio, já que a mochila que elas levavam não foi encontradaGustavo Moreno/ Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (5)

Perto dos corpos das vítimas foi encontrada uma camiseta cinza que não pertencia a elas. O objeto foi enviado para o Instituto de Criminalística da PCDFHugo Barreto/Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente (16)

De acordo com a polícia, os cadáveres estavam em avançado estado de decomposição. A corporação realizou perícia nos corpos e na áreaGustavo Moreno/ Metrópoles

Saiba quem é Jeferson Barbosa:

Cópia de 3 Cards_Galeria_de_Fotos (40)

Quase dois meses após o crime, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou o suspeito de matar Shirlene Ferreira da Silva, de 38 anos, e Tauane Rebeca da Silva, de 14 anos, em um córrego do Sol Nascente, no fim de 2021 Divulgação/PCDF

***Jeferson 1

Com base no depoimento de duas testemunhas, os policiais identificaram o suspeito e obtiveram informações com o irmão do criminosoPCDF

***JEFERSON 2

O autor do duplo homicídio é Jeferson Barbosa dos Santos, 25 anos. O criminoso fugiu do Distrito Federal, na companhia da esposa, e foi preso na BahiaRafaela Felicciano/Metrópoles

***Jeferson 3

Natural do município de Bom Jesus, no Piauí, Jeferson saiu do DF acompanhado da esposa, sob a justificativa de que iria passar o Natal na Bahia Rafaela Felicciano/Metrópoles

****Jeferson 4

O homem tem passagem pela polícia do DF por lesão corporal e já foi vítima de tentativa de latrocínio. Agora, ele também foi indiciado por homicídio, aborto – uma vez que Shirlene estava grávida e perdeu o bebê – e ocultação de cadáverIgo Estrela/Metrópoles

***Jeferson 4

Barbosa morava próximo ao Córrego da Coruja, onde os corpos foram encontrados cobertos por folhas. O autor trabalhava com o irmão, como carroceiro e catador de material reciclável Gustavo Moreno/Metrópoles

***Desaparecimento-mulher-gravida-filha-adolescente-15

Testemunhas viram Jeferson a caminho do córrego onde mãe e filha tomavam banho. Ele costumava dizer que ia ao local para “se dar bem com mulheres”CBMDF/Divulgação

***Lázaro

Segundo investigações da polícia, o suspeito era amigo do maníaco Lázaro Barbosa e se gabava da amizade que ele tinha com o homem acusado de matar quatro pessoas em uma chácara no DFReprodução/PCDF

***JEFERSON

O delegado responsável pelo caso relatou que moradores da região disseram que eles eram vizinhos e, juntos, praticavam vários crimes naquela localidadeDivulgação/PCDF

Mais lidas

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Magda é a 12ª chefe da Petrobras desde o 1º mandato de Lula

Em média, comandantes da maior estatal do Brasil têm se segurado no cargo por...

As duas prefeituras de capital que o PT espera vencer em outubro

O PT espera vencer em duas capitais este ano, o que representaria um crescimento...

Inspetor da Civil pesquisou nome do pai de Marielle Franco, um mês antes de crime

Um relatório da Polícia Federal divulgado nesta sexta-feira (24) revelou novas informações sobre as...

Mourão diz ser “desvio de função” presença direta no RS

Perguntado sobre uma suposta ausência durante a tragédia, senador gaúcho diz ter 70 anos...

Mais para você