InícioEditorialLíder de milícia no Rio de Janeiro é assassinado em quiosque

Líder de milícia no Rio de Janeiro é assassinado em quiosque

Um líder de milícia foi assassinado a tiros em um quiosque na zona oeste do Rio de Janeiro. O crime aconteceu na noite de domingo, 21, no Recreio dos Bandeirantes. A vítima, identificada como Sergio Rodrigues da Costa Silva, conhecido como “Sérgio Bomba”, é apontada pela polícia como comandante de um grupo paramilitar que atua em Sepetiba. Segundo testemunhas, Sergio estava acompanhado de sua namorada quando um suspeito se aproximou e efetuou os disparos. O miliciano foi atingido no tórax e no rosto, vindo a óbito no local. A mulher não sofreu ferimentos. A Delegacia de Homicídios da Capital realizou uma perícia no quiosque onde ocorreu o crime e investiga a motivação do assassinato.

Sergio Bomba já havia sido preso pela Polícia Civil durante a operação Horus, em 2017, quando outros 12 milicianos também foram detidos. O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio investigava a atuação de Sérgio na guerra da milícia em Sepetiba. A disputa seria contra Rui Paulo Gonçalves Estevão, conhecido como Pipito, braço direito do miliciano Luís Antônio da Silva Braga, conhecido como Zinho, que foi preso no final de 2023.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Transferências via DOC e TEC deixam de existir nesta quinta-feira

Um dos meios mais tradicionais de transferência bancária chega ao fim nesta quinta-feira, 29,...

Alckmin volta a dizer que Lula “salvou” a democracia

Presidente em exercício declarou que só é democrata quem...

Exclusivo! Ex-BBB Maycon alfineta Thaís Fersoza: “Falta competência”

Nesta terça-feira (28/2), a coluna Fábia Oliveira bateu um papo exclusivo com o ex-BBB...

Governo federal cria casa em Roraima para atender povo Yanomami

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou decreto, nesta quarta-feira (28/2), que...

Mais para você