InícioEditorialLitoral norte de SP vive temporada de pinguins; mais de 40 já...

Litoral norte de SP vive temporada de pinguins; mais de 40 já foram encontrados nas praias

O litoral norte de São Paulo, incluindo a cidade de Ubatuba, tem experenciado uma verdadeira onda de pinguins-de-magalhães. Desde maio deste ano, 43 animais juvenis da espécie foram localizados na região, sendo que, 19 estavam mortos e 24 resgatados vivos, e 11 deles seguem em processo de reabilitação na Unidade de Estabilização de São Sebastião e no Centro de Reabilitação e Despetrolização de Ubatuba.  Os dados são do Instituto Argonauta para Conservação Costeira e Marinha, que faz um pedido para as pessoas que em caso de encontrarem um pinguim na praia, acione imediatamente o resgate por meio do telefone 0800 642 3341, que é o contato do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).

O aparecimento dos pinguins-de-magalhães no litoral norte é super comum entre estes meses, conforme o instituto, que também informa que a espécie migra todos os anos durante o outono-inverno, já que saem das águas frias da Patagônia Argentina em busca de alimentos e correntes mais quentes no sudeste brasileiro. Alguns, infelizmente, acabam se machucando ou contraindo doenças ao longo desta jornada de mais de 8 mil quilômetros, incluisve, os mais jovens acabam se perdendo do bando na corrente marítima e por isso chegam às praias do norte paulista.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

“Essa chegada nem sempre é tranquila (…) Muitos chegam debilitados, exaustos, desnutridos e com algumas doenças adquiridas no percurso”, diz o oceanólogo Hugo Gallo Neto, diretor do Aquário de Ubatuba e presidente do Instituto Argonauta.”Somando aos desafios ainda temos os impactos causados pelo ser humano, como as mudanças climáticas, a diminuição de alimentos disponíveis na natureza. Além disso, enfrentam também riscos como a poluição marinha e ingestão de lixo, contribuindo para a mortalidade de alguns desses animais, mesmo após o resgate”, afirma Gallo.

Somente em 2023, 426 pinguins foram localizados na região e destes 23 entre maio e julho do ano passado, número que mostra que muitos mais exemplares da espécie ainda devem aparecer este ano no litoral. Conforme a bióloga Carla Beatriz Barbosa, coordenadora regional do PMP-BS trecho 10, que atende a região. Na série histórica desde 1996, foram cerca de três mil pinguins resgatados.

O que fazer ao encontrar um pinguim?

As recomendações do Instituto Argonauta à população ao encontrar um pinguim é:

Não toque no animal e mantenha distância para evitar estresse ou ferimentos adicionais. Mesmo se tiver morto, não manuseie a carcaça;

Entre em contato imediatamente com o PMP-BS/Instituto Argonauta, ligando para o telefone 0800 642 3341

Proteja o pinguim. Se possível, improvise uma sombra e afaste animais domésticos para mantê-lo seguro até a chegada da equipe especializada.

*Com informações do Estadão Conteúdo
Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

“Tudo bem corintiano bater em mulher, Lula?”, diz Ciro Nogueira

Senador afirma ser “inaceitável” fala do presidente “perdoando” violência doméstica praticada por torcedores do...

Sem furar bolha da esquerda, Boulos anuncia 8º partido em coligação

São Paulo – Polarizando com o prefeito Ricardo Nunes (MDB) nestas eleições, o deputado...

Erik Cardoso busca medalha olímpica após quebrar recorde de 35 anos

Principal velocista do Brasil na atualidade, Erik Cardoso é uma das grandes promessas...

Presidente do Conselho da Vale reafirma “lisura” na escolha de novo CEO

Daniel Stieler disse que o cronograma está sendo seguido “rigorosamente”, mas ainda não há...

Mais para você