InícioEditorialPolítica NacionalLula diz que não vai se meter no PL das Fake News:...

Lula diz que não vai se meter no PL das Fake News: ‘Câmara vai decidir a hora de votar’

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira, 2, que não vai se meter na discussão sobre o Projeto de Lei 2630/2020, mais conhecido como PL das Fake News, que, entre outras coisas, propõe que as plataformas façam um trabalho mais ativo para a moderação dos conteúdos nas redes sociais. Embora líderes do Palácio do Planalto articulem apoio para aprovação do mérito, o chefe do Executivo disse que não vai se envolver no assunto. “Procuro não me meter muito na questão da Câmara, porque conversar com um já é difícil. Imagina conversar com 513. Deixa a Câmara decidir a hora que vai votar”, declarou Lula a jornalistas no Palácio do Itamaraty. Mais cedo, o presidente se reuniu no Palácio da Alvorada com o presidente da Casa Baixa, deputado Arthur Lira (PP-AL), para tratar sobre o assunto. Sobre o encontro, o mandatário disse não saber se o projeto será votado, mas considerou que a conversa foi positiva. “Sempre é boa. Toda conversa que eu faço é sempre muito boa”, avaliou Lula. A expectativa é que a votação do PL 2630 aconteça nesta terça-feira, no plenário da Câmara. No entanto, aliados do presidente da Casa e membros da base governistas afirmam que a votação “não está garantida” e o bloco pró-governo ainda contam votos para decidir se a proposta será colocada para votação.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Entenda a negociação entre Brasil e Paraguai sobre Itaipu

Governos dos 2 países discutem tarifas de 2024 e revisão do chamado anexo C...

Mendonça dá 60 dias para empresas renegociarem acordos com Lava Jato

O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 60 dias...

Moraes derruba decisões de Receita e Carf contra Globo e atores

Depois de decisões favoráveis do ministro Cristiano Zanin e da Primeira Turma do STF,...

Canadá propõe regras para atuação de plataformas digitais

A Lei de Danos On-line foi apresentada ao Parlamento pelo governo de Justin Trudeau;...

Mais para você