InícioNotíciasPolíticaMacron vai condecorar cacique Raoni com a mais alta distinção francesa

Macron vai condecorar cacique Raoni com a mais alta distinção francesa

O presidente francês, Emmanuel Macron, vai condecorar na terça-feira (26/3) o cacique Raoni com a Legião de Honra, a mais alta distinção francesa, no primeiro dia de sua viagem oficial ao Brasil, anunciou o governo francês nesta segunda-feira (25/3).

A condecoração a Raoni Metuktire, de 92 anos, será feita em Belém, no Pará. Segundo o governo francês, a honraria será conferida a Raoni por seu papel como “figura internacional da luta pela preservação da floresta amazônica e a cultura dos povos originários”.

Criada em 1802 pelo imperador Napoleão Bonaparte, a Legião de Honra é a maior honraria concedida pela França a cidadãos do país e estrangeiros em reconhecimento a seus méritos. Ela conta com três graus e duas dignidades. Além do imperador Dom Pedro 2°, os ex-presidentes Eurico Gaspar Dutra, Juscelino Kubitschek, José Sarney e Fernando Henrique Cardoso estão entre os brasileiros que já receberam a honraria.

Em 2013, a cidade de Paris já havia concedido a Raoni o título de cidadão de honra.

O presidente francês e o líder caiapó já se encontraram em outras ocasiões. Uma delas ocorreu em 2019. A última, em junho de 2023, quando Macron o recebeu no Palácio do Eliseu, em Paris, para discutir a proteção das florestas e os direitos dos povos indígenas. Além de Macron, Raoni também já foi recebido no passado por outros três presidentes da República: François Mitterand, Jacques Chirac e François Hollande.

Raoni percorreu o mundo nas últimas décadas para conscientizar sobre a ameaça da destruição da Amazônia.

Como parte da visita de Macron ao Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá o francês em Belém, na primeira etapa da visita bilateral à América Latina, que busca relançar a relação com o Brasil. A visita ocorre após um período de distanciamento depois da turbulência registrada no Brasil a partir de 2016 e a animosidade aberta do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro entre 2019 e 2022.

Essa é a primeira visita de um chefe do Executivo francês ao país em mais de dez anos. A última visita de um líder francês havia ocorrido em 2013, com o socialista François Hollande.

A visita de três dias também incluirá viagens ao Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

jps (Reuters, AFP, ots)

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Sarney reúne do governo à oposição para comemorar 94 anos

Ex-presidente recebeu convidados em sua casa para festa de aniversário em Brasília e mostrou...

Cartões de confirmação do CNU, com locais de prova, saem nesta quinta

O governo federal disponibiliza, a partir das 10h desta quinta-feira (25/4), o cartão de...

Apostas em corte de 0,25 ponto percentual da Selic batem novo recorde

As apostas dos investidores num corte de 0,25 ponto percentual da taxa básica de...

Mais para você