InícioEditorialMarido de Ivete lamenta morte da empresária fundadora da Tia Sônia

Marido de Ivete lamenta morte da empresária fundadora da Tia Sônia

O nutricionista Daniel Cady, marido de Ivete Sangalo, lamentou a morte da empresária Sônia Maria Lopes Dias, uma das fundadoras da marca Tia Sônia. Ele usou uma rede social para relembrar Sônia.

“Foi muito bom estar com você nesse dia, ouvir as suas histórias ao redor da mesa. Aprendi com a senhora que o amor é o ingrediente principal, indispensável nas nossas vidas Sentiremos a sua falta por aqui. Meus sentimentos a toda família. Descanse em paz”, escreveu Daniel, publicando uma foto dos dois juntos.

Ivete comentou na postagem. “Meus sentimentos. Uma mulher especial”, escreveu a cantora.

A empresária morreu na quinta-feira (21), aos 82 anos, em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Ela estava internada no Hospital Samur. A causa da morte não foi informada.

Dona Sônia, como era conhecida, deixa o marido, Otávio Dias, e quatro filhos, Rita, Beto, Júnior e Marquinhos, além de 13 netos e 11 bisnetos.

A Tia Sônia, marca que levava o nome dela, é fabricante de produtos naturais, com destaque para a granola. Com sede em Conquista, está presente em toda a Bahia e também outros estados. Durante anos, Sônia também atuou como professora em Conquista. 

“Nós da família Tia Sônia, viemos informar que, Dona Sônia, nossa amada Tia Sônia nos deixou esta manhã para sua nova jornada, onde continuará iluminando e cuidando de nós, ao lado de Deus e Nossa Senhora. A Sua memória e trajetória serão sempre eternizadas em nossos corações!”, diz comunicado postado pela marca.

Tia Sônia
A marca surgiu na garagem da casa da família, com Sônia e o filho Marcos. A cozinha de casa serviu como fábrica nos primeiros meses. Mas ficou apertada. Mãe e filho passaram então a produzir a granola na garagem, com a ajuda de mais dois funcionários. O terreno de 900 metros quadrados iniciais logo foi ampliado para 4.000 metros quadrados em 2002. 

Tia Sônia, como os amigos de Marcos chamavam a mãe dele, é a marca da empresa, uma das maiores do Nordeste em fabricação de granolas e que aparece na pesquisa anual da consultoria Delloite – mesmo no período de recessão econômica no país.

Sônia e o filho na garagem de casa (Foto: Acervo Pessoal)

Para conseguir o feito, a empresa investiu R$ 1,5 milhão em equipamentos mais modernos para a fábrica, terceirizou o serviço de logística, ampliou o prazo de pagamento junto aos fornecedores, reviu o plano tributário e fechou a divisão de beneficiamento de coco, que não era rentável.

Leia mais sobre a marca:
Cuidado de mãe que virou negócio milionário; marca baiana surgiu em garagem

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Dólar volta a superar R$ 5,40 com incertezas fiscais no radar

Moeda norte-americana atingiu o maior patamar em 17 meses; chegou a R$ 5,43 na...

Dia dos Namorados: deputados param sessão para declarações de amor

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) foi palco de uma “sessão romântica”, nesta...

Na Justiça, Zé Felipe é acusado de abandonar ex-produtor após AVC

Zé Felipe e o pai, o cantor sertanejo Leonardo, estão sendo processados por um...

Mais para você