InícioLazer, vida e culturaSaúdeMelasma; Entenda o que é, e qual a importância do tratamento no...

Melasma; Entenda o que é, e qual a importância do tratamento no verão

Especialista em estética explica o distúrbio e indica tratamentos para evitar manchas no rosto durante a temporada.

O verão está chegando mais forte do que nunca e com ele, os cuidados com a hidratação e proteção da pele devem ser ainda maiores, sobretudo para quem tem o diagnóstico de melasma, um distúrbio de melanina causado pela hiperpigmentação da pele em locais específicos. Além disso, as altas temperaturas registradas nos últimos dias potencializam ainda mais a exacerbação do problema.

Não há uma causa única do transtorno, no entanto, especialistas apontam que os raios solares, fortalecidos durante o calor, estimulam a produção de melanina e muitas vezes, podem causar manchas que, se não tratadas, podem permanecer. Sabe-se também que variações hormonais comuns durante o uso de anticoncepcionais ou gravidez podem contribuir para o melasma, além de estresse e fatores genéticos, como aponta a especialista em estética Karina Moreno.

O tratamento deve ser feito sob supervisão de especialistas e também pode abranger  diversas abordagens dentro da  Harmonização  Orofacial a fim de suavizar a aparência das manchas. A especialista também explica que o distúrbio não tem cura, somente controle e melhora, devendo ser tratado de forma regular durante todo o ano, sendo indispensável o uso de protetor solar e cremes com ativos clareadores especificos, até mesmo no frio. “Se o paciente não se proteger à exposição do sol, não conseguimos um resultado efetivo. O tratamento em casa (home care) é tão importante quanto no consultório”, afirma.

Além disso, a doutora sugere alguns tratamentos estéticos que podem amenizar os sintomas de melasma durante a temporada de verão, como microagulhamento com ativos despigmentantes (podendo ser feito inclusive com a toxina botulínica) e aplicação de peelings suaves.  No entanto, a especialista frisa que tais procedimentos devem ser feitos após consultas prévias para avaliar a pele do paciente e em qual camada da pele está o melasma – isto é, ele pode ser epidérmico ou dérmico. Karina também pontua que antes de iniciar o tratamento, deve-se atentar aos hábitos e a alimentação cotidiana do paciente, podendo inclusive fazer prescrição de nutraceuticos, que irão auxiliar o organismo a combater a formação de manchas e melasmas.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Valdemar retira assassino de Chico Mendes do comando do PL no Pará

Darci Alves, atualmente conhecido como Pastor Daniel, cometeu o crime em 1988; tinha tomado...

Thaís Fersoza é detonada por esposa do ex-BBB Maycon: “Humilhou”

Franciane de Souza, mulher do ex-BBB Maycon Cosmer, desabafou sobre a diferença de tratamento...

Reforma tributária: relator cita preocupação com calendário eleitoral

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator da reforma tributária na Câmara dos Deputados,...

PF deflagra operação contra grupo que usava empresas ‘fantasmas’ para tráfico de drogas

A Polícia Federal e o GAECO/MPMT deflagraram na manhã desta quarta-feira, 28, a Operação...

Mais para você