InícioEditorialPolítica NacionalMeu coração está partido, diz filha de brasileiro morto pelo Hamas

Meu coração está partido, diz filha de brasileiro morto pelo Hamas

Michel Nisenbaum, 59 anos, foi morto na ofensiva de 7 de outubro e o corpo teria sido raptado, segundo as forças israelenses

Mary Shohat (esq.) e Hen Mahluf (centro), irmã e filha de Michel Nisenbaum, com o presidente Lula (dir.) no Palácio do Planalto em 11 de dezembro de 2023 Ricardo Stuckert/PR- 11.dez.2023

PODER360 24.mai.2024 (sexta-feira) – 10h22

Hen Mahlouf Nisenbaum, filha de Michel Nisenbaum, 59 anos, disse que está com o “coração partido” com a morte do pai. Segundo as FDI (Forças de Defesa de Israel), Nisenbaum foi morto na ofensiva de 7 de outubro de 2023, realizada pelo Hamas em Israel. Os corpos, que teriam sido raptados, foram encontrados na 5ª feira (23.mai.2024).

“Quem diria que essa seria a nossa história, que esse seria o seu fim”, declarou Hen Mahlouf em seu perfil no Facebook. A filha de Nisenbaum ainda afirmou estar com o “coração partido”. Segundo ela, o enterro será realizado no domingo (26.mai) às 10h30.

Hen Mahlouf e Mery Shohat, filha e irmã de Nisenbaum, vieram ao Brasil em dezembro de 2023 para se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo a família, o petista disse que buscaria informações sobre o brasileiro e tentaria negociar a sua libertação.

Ao Poder360, Ayala Harel, sobrinha de Nisenbaum, disse em 12 de maio que a família nunca mais foi procurada pelo presidente nem pela embaixada. Ela disse que os familiares estavam decepcionados com Lula. O petista lamentou a morte nesta 6ª feira (24.mai).

Segundo o ministério das Relações Exteriores, o ministro Mauro Vieira estava fazendo contato com uma série de atores ligados ao processo da guerra para buscar informações sobre Michel. Até o momento, sem sucesso. O ministério disse que foram ao menos 15 contatos com árabes e organismos multilaterais. A pasta confirmou não ter feito novo contato com a família e declarou que o compromisso deles é com a gestão do caso.

Michel tinha 59 anos, nasceu em Niterói (RJ) e morava perto da Faixa de Gaza havia 40 anos. Ele foi sequestrado na manhã de 7 de outubro, quando foi a um posto militar para encontrar familiares. Um militante do Hamas atendeu o telefone dele quando a família ligou. Seu carro foi encontrado queimado e o seu computador foi resgatado em Gaza.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Trens de carga China-Europa registram volume recorde em maio

Viagens aumentaram 14% em termos anuais, para 1.724, e volume de mercadorias cresceu 13% ...

Gretchen se pronuncia após morte de Chrystian, seu 1º marido; veja

Chrystian morreu na última quarta-feira (20/6) e, desde então, a expectativa sobre um pronunciamento...

Senado aprova idade máxima para veículos de autoescolas

Motocicletas podem ter até 8 anos, automóveis até 12 anos e transportes de carga...

Polêmica: saiba como funcionam as leis de aborto mundo afora

O debate relativo ao aborto no Brasil ganhou atenção de toda a sociedade civil...

Mais para você