InícioEditorialPolítica NacionalMilei volta a dizer que quer fechar o Banco Central da Argentina

Milei volta a dizer que quer fechar o Banco Central da Argentina

Presidente argentino diz ainda que, depois de “limpar” a autoridade monetária, criará lei proibindo emissão de dinheiro

Milei (esq.) deu as declarações durante o evento Europa Viva 2024, em Madri (Espanha), em que apresentou o seu livro “El Camino Libertário” (O Caminho Libertário, em tradução livre) Reprodução/ X – 17.mai.2024

PODER360 17.mai.2024 (sexta-feira) – 23h42

O presidente da Argentina, Javier Milei (La Libertad Avanza, partido de direita), voltou a afirmar nesta 6ª feira (17.mai.2024) que quer fechar o Banco Central do país. O libertário disse ainda que, depois de “limpar” a autoridade monetária, criará lei proibindo a emissão monetária sob pena de prisão para ao presidente do Banco Central, ao ministro da Economia e aos políticos que apoiarem a impressão de moeda.

O presidente da Argentina deu as declarações durante o evento Europa Viva 2024, em Madri (Espanha), em que apresentou o seu livro “El Camino Libertário” (O Caminho Libertário, em tradução livre). O fechamento da autoridade monetária argentina foi uma das propostas de Milei defendidas durante a campanha presidencial de 2023.  

Assista a trecho em que Milei fala do Banco Central (10s): 

Javier Milei confirma que sigue en pie el plan de cerrar el Banco Central de Argentina: “Absolutamente”. pic.twitter.com/IGD8AELwMm

— Wall Street Wolverine (@wallstwolverine) May 17, 2024

“Vamos mandar uma lei para tornar crime a emissão monetária. Em que irão para a prisão o presidente do Banco Central, a diretoria, o presidente da nação, o ministro da Economia e todos os Deputados e Senadores que aprovarem uma aberração dessas características”, declarou.

No evento, Milei criticou ideias de justiça social dizendo ser “uma ideia de ressentidos e invejosos”. Depois, foi questionado sobre o porquê do liberalismo seria melhor que outras ideias, e respondeu que “a melhora que o liberalismo implica é uma melhora em termos morais.”

O líder argentino também disse que modelos sociais e econômicos da Suíça, Irlanda e Liechtenstein são os que mais o interessam. 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Caso Marielle: STF aceita denúncia contra irmãos Brazão e outros acusados de mandar matar vereadora

PGR denunciou os irmãos Brazão e o delegado Rivaldo Barbosa em maio deste ano;...

Prefeitura de São Paulo promove Virada ODS no Vale do Anhangabaú e na Praça das Artes

Prefeitura de São Paulo oferecerá serviços ao cidadão na Virada dos Objetivos de Desenvolvimento...

Lira anuncia comissão representativa para debater aborto no segundo semestre

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou nesta terça-feira (18) a formação de...

Mais para você