InícioEditorialPolítica NacionalMinistério Público denuncia Jean Wyllys por homofobia contra Eduardo Leite

Ministério Público denuncia Jean Wyllys por homofobia contra Eduardo Leite

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) denunciou Jean Wyllys, nesta quinta-feira, 14, pelo crime de injúria cometido contra o governador do estado, Eduardo Leite. Na peça, oferecida pela Promotoria de Justiça Criminal de Porto Alegre, a promotora Claudia Lenz Rosa, aponta que o ex-deputado cometeu injúria ao ofender “a dignidade e o decoro em razão da orientação sexual” de Leite em uma publicação em uma rede social. Wyllys afirmou que o governador do Rio Grande do Sul era um “gay com homofobia internalizada” após o tucano defender a manutenção do modelo estadual de escolas cívico-militares.

Segundo Lenz Rosa, Wyllys extrapolou a liberdade de expressão. “Ao dirigir sua crítica a atributos pessoais da vítima, relacionados à sua orientação sexual, quando poderia limitar-se a crítica do fato, objeto da inconformidade, o denunciado extrapolou a liberdade de expressão e atingiu deliberadamente e com animus injuriandi (intenção de injuriar), a honra subjetiva da vítima”, diz a decisão. O Ministério Público pede ainda a fixação de um valor mínimo para reparação dos danos causados à vítima. Willys afirma que Leite usa a Procuradoria do Estado e a máquina do governo do Rio Grande do Sul para tentar me intimidá-lo com um processo. Além disso, alega que apenas apontou a “homofobia internalizada” do governador gaúcho.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você