InícioEditorialEntretenimentoMorre a drag queen Kaká Di Polly, pioneira da parada LGBT de...

Morre a drag queen Kaká Di Polly, pioneira da parada LGBT de SP

Morreu, nesta segunda-feira (23/1), a drag queen Kaká Di Polly, símbolo do ativismo LGBTQIA+ e uma das figuras fundamentais na história da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

A informação foi confirmada pelo perfil da drag queen nas redes sociais. A causa da morte não foi divulgada.

Di Polly era considerada um dos ícones da noite paulistana. Nas décadas de 1970 e 1980 ganhou o apelido de “dona da cidade” por causa de sua atuação na boate Medieval, primeira destinada ao público gay em São Paulo.

A drag queen protagonizou um dos episódios mais lembrados como símbolo da militância ao fingir um desmaio no chão da Avenida Paulista durante a primeira Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 1997, para impedir que a política interrompesse o evento.

Nas redes sociais, figuras da comunidade lamentaram a morte.

“Sinceros sentimentos a toda família! Obrigada sempre, querida amiga”, escreveu Nanny People.

“Grande amiga e grande personalidade da cena”, disse a drag queen e ex-BBB Dicesar.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Biden tem menor aprovação em quase 2 anos, diz pesquisa

Índice teve queda de 2 p.p em 2 meses e ficou em 36% em...

Quem são os líderes do PCC investigados pela morte de PM no Guarujá

São Paulo – A Polícia Civil paulista já pediu a prisão de pelo menos...

Canoas apresenta cenário de lama, lixo e mau cheiro após água da enchente baixar

Em Canoas, cidade localizada no Rio Grande do Sul, a população enfrenta um cenário...

Mais para você