InícioEditorialPolítica NacionalMúcio entrega submarino Humaitá para a Marinha do Brasil

Múcio entrega submarino Humaitá para a Marinha do Brasil

Embarcação começou a ser construída em 2008, em parceria com a França; é o 2º submarino da classe Riachuelo

Ministro da Defesa, José Múcio (foto), em cerimônia de entrega do submarino Divulgação/Youtube – 12.jan.2024

Sarah Peres 12.jan.2024 (sexta-feira) – 12h13

O ministro da Defesa, José Múcio, realizou a entrega do submarino Humaitá para o Setor Operativo da Força Naval, da Marinha do Brasil. A cerimônia foi realizada na manhã desta 6ª feira (12.jan.2024), no Comando do 1º Distrito Naval, localizado no Rio de Janeiro. 

“A entrega do 2º submarino da classe Riachuelo corresponde à conquista de uma meta tangível e que ao lado dos notáveis avanços da construção desse complexo naval e as etapas já em curso para a construção do futuro submarino com propulsão nuclear”, declarou.

O ministro também disse que a entrega do submarino demonstra a “capacidade de desenvolvimento” do Brasil “quando estão presentes o comprometimento, a devida capacitação e a integração dos esforços”.

Múcio também afirmou que o Humaitá traz “evidências incontestáveis da elevada competência técnica de seus colaboradores. Da admirável capacidade gerencial e do foco institucional atribuído pela Marinha do Brasil a priorizar a missão precípua da defesa da pátria”. 

Veja imagens do Submarino Humaitá:

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

O submarino Humaitá integra o programa Prosub, que visa à construção de submarinos com propulsão nuclear

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

O Humaitá é o 2º de uma série de 4 submarinos convencionais de propulsão diesel-elétrica

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

O submarino tem capacidade para acomodar 35 militares e ficar até 5 dias seguidos imerso

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

O Humaitá passou, ao longo do mês de março de 2023, por testes de imersão dinâmica e de imersão em grande profundidade no litoral do Rio de Janeiro

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

Depois do submarino Riachuelo, o Humaitá será mais um meio naval a reforçar a proteção das águas jurisdicionais brasileiras no Atlântico Sul

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

De 12 a 16 de dezembro de 2023, o Humaitá fez a 1ª navegação na superfície com seu próprio sistema de propulsão

Divulgação/Marinha do Brasil – 8.mar.2023

Nesta 6ª feira (12.jan.2024), o Humaitá será transferido para o Setor Operativo da Marinha O Humaitá integra o Prosub (Programa de Desenvolvimento de Submarinos), da Marinha e parceria com a França. Estava em construção desde 2008, ainda no 2º governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas foi batizado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), em dezembro do ano passado. 

O submarino é o 2º de uma série de 4 submarinos convencionais de propulsão diesel-elétrica. O projeto do submarino brasileiro é baseado no modelo francês Scorpène. Contudo, a estrutura nacional é maior em relação à francesa. 

O Scorpène mede 66,4 metros e pesa 1.717 toneladas. Já o Humaitá tem 71,6 m, com 1.870 toneladas. A embarcação brasileira tem capacidade para acomodar uma tripulação de 35 militares e ficar até 5 dias seguidos imerso. 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Lewandowski determina inspeções em penitenciárias federais

Ministério da Justiça diz que câmeras defeituosas devem ser substituídas e o efetivo de...

Pomba ou rola? Chico Pinheiro detona Silas Malafaia. Entenda!

Chico Pinheiro virou assunto nesta quarta-feira (21/2), depois de fazer uma publicação bastante polêmica...

TV Globo toma atitude após atraso no pagamento de figurantes

Depois da coluna Fábia Oliveira noticiar que figurantes da TV Globo estavam reclamando da...

Mais para você