Itamaraju: Audiência pública marca discussões sobre a saúde no município

itamaraju - in - audiencia - 2014-08-28-1

O ministério público, através da 2ª promotoria, ocupada pelos promotores Felipe Otaviano e João Batista, convocou a população e entidades ligadas à saúde, para uma audiência.

O local palco do evento foi a câmara municipal de vereadores, que pode acolher os visitantes e permitir aos responsáveis pelos órgãos a explanar e informar a atual situação dos atendimentos.

O promotor após uma breve apresentação, expor na audiência os valores arrecadados durante os meses, onde foram realizados o São João de 2012 e 2014, com montantes somando valores de 03 milhões de reais, com uma receita de arrecadação inferior a hum milhão, notando assim um prejuízo. No entanto confirmando que o município tem força econômica, porém evidenciando que o valor pode ser destinado para investimentos na tentativa de salvar vidas da comunidade. “A saúde não pode esperar, somente quem precisa sabe o quanto a saúde precisa melhorar”, informou o promotor João Batista.

itamaraju - in - audiencia - 2014-08-28-2

Na sequencia foi permitido que a secretaria Gilma explicasse o funcionamento da saúde do município, numero de funcionários, condições de trabalho e até a escala medica atual.

O responsável pela contabilidade junto a secretaria realizou um demonstrativo financeiro, onde os dados são muito similares durante todo o ano, no entanto o promotor questionou que nos meses anteriores a agosto o mal atendimento com valores próximos.

O medico Roberto informou “há uma conjunção de fatores,  hoje temos uma carência na região, mas não é culpa dos profissionais, onde podemos pontuar a falta de recursos, um histórico de falta da credibilidade, onde contratava o profissional, no entanto a qualquer momento ele poderia ser desligado do quadro. Não tendo estabilidade, ou plano de carreira. Junta-se a isso meses de salários atrasados, que viam ocorrendo, mas que não é o que acontece hoje. Sendo esses os motivos. Proporcionando a evasão dos profissionais. Sendo possível falar que no mês anterior metade da escala estava sem profissionais. Podendo assim afirmar que atualmente temos a falta de recursos e credibilidade”, concluiu.

.

itamaraju - in - audiencia - 2014-08-28-3

Antonio Mota representante do CREMEB, que informou existir contrato de verbal, além de profissionais que trabalharam 36 meses, no entanto continua recebendo. Condições de infraestrutura e condições dificultam sua permanência na atividade. Evidenciou um plano do governo e partido dos trabalhadores (PT), na instalação de uma LEI do, “Mais médicos”, planejada pelo partido desde o ano 2006. Aprovada em 2013 sob o numero 12.871 em outubro.

itamaraju - in - audiencia - 2014-08-28-5

O juiz da comarca Dr Rafael, informou que o gestor deverá se preocupar em atender melhor a população que lhe dedicou o voto, mas que atento nas situações da população e que punirá de acordo com as leis da Constituição Federal.

Três pessoas iniciaram o questionamento em nome da sociedade e entidade, onde perguntaram sobre o futuro e como serão arranjados para novas contratações.

itamaraju - in - audiencia - 2014-08-28-6

Durante a replica da secretaria Gilma, pontuou certas dificuldades e que uma ajuda maior do governo federal tem que ser ampliada. Tentando ainda eximir os vínculos com a gestão em responder sobre duvida e responsabilidades com os gastos.

itamaraju - in - audiencia - 2014-08-28-4

Ao final do evento o promotor João Batista agradeceu a presenças das entidades e autoridades, que sensibilizados com a situação, promoveram discussões acerta de um plano rápido para um atendimento básico e emergencial. Seja colocado em pratica, onde deixou claro ter em sua analise, notado que hoje município passa por uma má gestão dos recursos públicos. Garantiu ainda que novas discussões devem ser colocadas em pratica. Pediu ainda apoio a população na fiscalização dos recursos e trabalhos direcionados pelo poder púbico.

Deixe seu comentário