Itamaraju: Saúde e Segurança Pública voltam a ser discutidos na câmara

Foi realizada durante a noite desta terça-feira (24), mais uma sessão ordinária na câmara de vereadores de Itamaraju. Apenas dois dos quinze vereadores não estiveram presentes e enviaram as suas justificadas que foram lidas em plenário (Jânio e Antônio Portugal).

 camara1

A abertura dos trabalhos foi iniciada com a leitura do texto bíblico, logo após com a leitura e aprovação da ata da sessão anterior.

Em pequeno expediente foi lido alguns ofícios e projetos que foram encaminhados para as comissões.

O primeiro ofício foi enviado pela 43ª CIPM, através do Major Gilson Paixão que justificou a não implantação de um Posto Policial no Conjunto Habitacional Italage. De acordo com as justificativas o bairro foi ocupado de forma ilegal, o que impossibilita a criação do posto de policiamento. O major ainda ressaltou que as 497 famílias recebem diariamente o atendimento e que não somente a presença da policia baixaria o índice de violência naquela localidade, mas a implantação de projetos preventivos com os jovens e adolescentes. Ponto de vista defendido pela casa, representada pelo vereador e presidente Rubens do Hospital.

Já os projetos enviados para as comissões competentes foram o que autoriza o reajuste da tarifa dos mototaxistas, a lei de diretrizes orçamentárias, autorização para o executivo firmar convênio com o ministério do exercito e assinar a escritura pública de doação do terreno da urbis II, alterando o dispositivo da lei, além da criação do conselho municipal de segurança alimentar e nutricional.

camara4

Durante a sessão ainda foram colocados em pauta dois pedidos de providência e duas indicações.

Pedido de providência n°18 – Requer o término do calçamento da Rua Itapicuru, no bairro marotinho. Esse de autoria dos vereadores Tonhão de Almerindão e Paulo Vitor.

Pedido de providência n°19 – Requer o término da Rua 7 de setembro, localizada no centro da cidade. Esse de autoria do vereador Paulo Vitor.

Indicação n° 22 – Requer a criação de um Ponto de Mototaxi no Bairro Marotinho. Essa de autoria da vereadora .

Indicação n° 25 – Requer a pavimentação da Rua Espírito Santo, localizada no Bairro Novo Prado, indicada pelo parlamentar Leo Lopes, que questionou que um rua que permite ligar bairro Novo Prado ao Centro.

Logo após a palavra foi franqueada aos vereadores que mais uma vez colocou como tema principal a saúde municipal, seguida da segurança pública.

Os vereadores discutiram alguns pontos que deverão ser providenciados de imediato para o bem da população. A falta de atendimento médico nos PSFs voltou e a superlotação no HMI, voltou a ser questionada.

Pensando em alternativas a comissão responsável pela saúde esteve reunida com a Sec. de Saúde Municipal Jane Evangelista que pontuou alguns problemas que serão corrigidos nos próximos dias.

camara3

Em plenário o presidente da casa, Rubens fez a leitura desses quesitos:

Implantação de um centro para o Serviços de ortopedia, Criação de 2 centros do NAPS, a compra de um carrinho de anestesia, melhoramento nos programas de atenção básica de saúde, solicitação de uma nova ambulância  do SAMU 192, ou concerto do veículo quebrado, oferecimento dos exames oftalmológicos no município (esses  que são realizados em outros municípios), adquirir um refrigerador para o armazenamento de sangue, além da convocação imediata dos concursados para ocupação dos cargos.

E na área da segurança pública o presidente informou que a secretaria de segurança pública em primeiro instante enviará um novo delegado para o município.

camara2

A sessão ainda foi acompanhada pelos mototaxistas e pelos Bombeiros Civis, que prestam o serviço no município voluntariamente, arriscando suas vidas  em prol da  comunidade e solicitam o apoio para a regularização e permanência dos cargos.

Deixe seu comentário