Paulo Souto pretende concluir trechos da BA-001 do litoral Sul e Extremo-Sul

Além de restaurar a BA-001 entre Nazaré das Farinhas e Valença, o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, anunciou que está em seu plano de governo a construção dos trechos da rodovia estadual que faltam nas regiões Sul e Extremo-Sul.

“A BA-001 vai cobrir todo o litoral baiano do Sul e Extremo-Sul, quando fizermos os trechos que ligam Canavieiras/Belmonte, Trancoso/Prado e Caravelas/Nova Viçosa”, garantiu Souto, se eleito, nesta segunda-feira (1º), quando recebeu adesões de lideranças de várias cidades do interior.

002_Paulo Souto_Uibai_foto Valter Pontes_Coperphoto

Para Paulo Souto, a conclusão desta BA-001 vai contribuir bastante para o fortalecimento do turismo nessas regiões. “São regiões turísticas que vão ter maior acessibilidade e, por conseguinte, atrairão mais visitantes, aumentando a geração de emprego e renda para seus habitantes”, afirmou o candidato oposicionista.

A proposta foi comemorada pelo ex-prefeito do município de Prado, Jonga. “A conclusão da BA-001 vai estimular a economia na nossa região, impulsionando os negócios e o turismo em Prado, que hoje é o terceiro maior polo hoteleiro do estado, com mais de 6,5 mil leitos”, informou, lembrando que pediu, quando era prefeito, atenção especial do governador Wagner à questão, mas não obteve sucesso.

Refletindo a insatisfação com a atual administração petista, os apoios à chapa majoritária da oposição se multiplicam diariamente. Nesta segunda-feira (1º), a coligação “Unidos pela Bahia” ganhou o reforço de lideranças de Manoel Vitorino, Conde, Jitaúna, Gongogi, Jeremoabo, Ubaitaba, Ituaçu, Barra da Estiva, Uibaí, Itamaraju, Camamu, Ribeira do Pombal, Nilo Peçanha, Itapitanga, Barro Alto, Valente e Cocos.

De acordo com o ex-prefeito de Manoel Vitorino, Heleno Vilar (PTB), o povo baiano precisa de homens de trabalho e atitude, como Paulo Souto e Geddel. “Nossa região recebia atenção do governo na época de Souto”, disse. Para a vereadora do município, Marlene Costa (PC do B), Souto tem promessas realizáveis, nas quais ela pode confiar. “Acredito nas metas para a Bahia estabelecidas por este grupo, e não concordo com o plano de governo do PT”, assinalou.

Conforme o vereador Ailton Nascimento (PC do B), o PT frustrou a população de Manoel Vitorino. “Souto é o mais preparado. Ele, sim, trabalhou pelo agricultor, o pequeno produtor. Eu sou presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais da cidade, que tem quatro mil e quinhentos sócios, e ninguém tem apoio do governo. Só nos procuram nas eleições, na hora de votar”, afirmou Nascimento, com o assentimento dos vereadores Antonio Venâncio (PR) e Marcelo Vilar (PTB).

Para a liderança de Conde, Wilson Martins, o PT é árvore que não dá mais fruto. “Estamos cansados de tantos desmandos na Bahia”, criticou, ao lado do ex-prefeito José Vieira Leite do Carmo e dos líderes Zezé Lins, Antonio Carlos Batista e Geraldo Faria. “A Bahia está precisando de gente que saiba e goste de trabalhar. Souto é sério e dinâmico. E Geddel será um grande representante do povo no Senado”, assinalou o ex-prefeito de Jitaúna, Edísio, acompanhado dos vereadores Chico, Carlito e Anselmo.

“A Bahia precisa de renovação”, disse a liderança política de Gongogi, Kaçulo (PTC), que reafirmou o apoio à chapa oposicionista junto com os vereadores Adriano Mendonça (PHC), Moisés Jesus da Silva (PP) e Neto Quirino (PT do B). “Acredito na política acolhedora de Souto, que prioriza o progresso e valoriza as potencialidades regionais, trabalhando para superar as dificuldades de cada localidade”, afirmou o também vereador Beto Leite (PC do B).

Por | ASCOM

Deixe seu comentário