InícioEditorialOperação mira suspeitos de lesar turistas com falsos aluguéis em Balneário Camboriú

Operação mira suspeitos de lesar turistas com falsos aluguéis em Balneário Camboriú

Uma operação da Polícia Civil de Santa Catarina mira um grupo suspeito de enganar turistas com falsos aluguéis em Balneário Camboriú e em Bombinhas. A ação, deflagrada nesta quarta-feira, 13, contou com o apoio dos GAECOs  do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Duas pessoas foram presas. De acordo com as investigações, o grupo atua na região litorânea do estado desde 2018. Os suspeitos aplicavam golpes relacionados a falsos aluguéis de temporada (veraneio), com a veiculação, inclusive, de anúncios em conhecidas plataformas virtuais para dar maior credibilidade às ofertas enganosas. Segundo a polícia, as vítimas são turistas de diversas partes do país que pretendiam visitar a região litorânea catarinense, além das próprias imobiliárias locais, que tinham seus dados utilizados e seus anúncios replicados pelos golpistas. Dois falsos anúncios eram referidos a imóveis localizados em Balneário Camboriú  e Bombinhas. Outros seis mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo e do Rio Grande do Sul. Os investigados devem responder de estelionato virtual, falsidade ideológica e associação criminosa. O delegado Ricardo Melo disse que as vítimas só percebiam que caíram em um golpe quando chegava nos imóveis. “Normalmente os autores exigiam 50% como sinal e as vítimas pagavam esses valores. E somente quando chegavam que percebiam que caíram em uma fraude”, explicou.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Brasileiros preferem Michelle a Janja, diz Paraná Pesquisas

Dos entrevistados, 43% dizem gostar mais da ex-primeira-dama do que da atual; 16% não...

Exclusivo: prima de cantora famosa estará em game show da Record

As gravações do novo game show da Record, o Acerte ou Caia, que será...

Entidade israelista no Brasil critica Lula: “Michel ficou para trás”

Instituições e movimentos israelitas no Brasil divulgaram notas em que lamentam a morte do...

Mais para você