InícioEditorialPolítica NacionalOposição mira eleições municipais para fortalecer direita em 2026

Oposição mira eleições municipais para fortalecer direita em 2026

Plano inclui diminuir tensão com STF, evitar a prisão de Jair Bolsonaro, tornar ex-presidente elegível e manter embate direto com o PT

O principal sonho da oposição é conseguir tornar Bolsonaro elegível para disputar a Presidência novamente Sérgio Lima/Poder360 – 29.jun.2023

Gabriel Buss 25.jan.2024 (quinta-feira) – 6h00

Os partidos de oposição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniram nesta 4ª feira (24.jan.2024) para discutir estratégias para o ano de 2024 e definir quais serão as diretrizes que os deputados e senadores deverão seguir.

O Poder360 apurou que o plano definido no encontro inclui diminuir a tensão com o STF (Supremo Tribunal Federal), evitar a prisão de Jair Bolsonaro (PL), tornar o ex-presidente elegível e manter o embate direto com o PT.

No Congresso, o objetivo da oposição é gastar mais energia na produção de propostas de preservação das prerrogativas do Legislativo e aperfeiçoamento das leis sobre a delimitação de atuação dos Três Poderes. A avaliação feita durante a reunião é que o grupo não tem instrumentos e nem força para coibir a atuação do STF (Supremo Tribunal Federal).

Chegou-se a conclusão de que é preciso ser menos reativo publicamente e raciocinar mais, definindo quais discussões devem ser de fato abraçadas pela oposição.

Na reunião, uma das diretrizes acordadas é mirar nas eleições municipais deste ano, já de olho no cenário eleitoral de 2026. A meta do grupo é fortalecer a direita, para chegar com musculatura política e competitividade.

O principal objetivo é conseguir tornar Bolsonaro elegível para disputar a Presidência novamente. O ex-chefe do Executivo está inelegível até 2030. Em 30 de junho de 2023, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o condenou, por 5 votos a 2, por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação.

Há preocupação também com uma eventual prisão do ex-presidente. Por isso, o plano é evitar atritos com a Justiça.

No debate político, ficou acordado que é necessário evitar qualquer conflito que não seja com o PT (Partido dos Trabalhadores). Na visão do grupo político, é preciso manter a polarização em alta para 2026.

Foi decidido também que o grupo vai procurar os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para buscar um consenso em torno das garantias mínimas de proteção ao exercício do mandato.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Prefeitura realizou a entrega de cadeiras para acompanhantes no Hospital Municipal

A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas realizou na quarta-feira (28) a entrega de...

Luciano Bivar cancela eleições do União Brasil

O presidente nacional do União Brasil, deputado federal Luciano Bivar (PE), decidiu cancelar a...

Vídeo: fotógrafo recorda agressão de Ronaldo Fenômeno após flagra

A vida de fotógrafo de celebridades é uma correria danada e muitos artistas flagrados,...

Polícia Federal prende três suspeitos de financiarem manifestações do 8 de Janeiro

A 25ª fase da Operação Lesa Pátria foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta-feira,...

Mais para você