InícioNotíciasPolíticaPara União Brasil, Gleisi faz pré-julgamentos ao pedir afastamento de ministro

Para União Brasil, Gleisi faz pré-julgamentos ao pedir afastamento de ministro

Os líderes do União Brasil no Congresso Nacional criticaram as declarações de Gleisi Hoffmann, presidente do PT, contra o ministro das Comunicações, Juscelino Filho (União-MA).

Reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra que o ministro usou aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para ir a leilões de cavalos de raça. Ele também recebeu diárias do governo federal pelo período em que esteve em viagem pessoal.

Em entrevista ao colunista Guilherme Amado, do Metrópoles, Gleisi Hoffmann afirmou que Juscelino deveria “pedir um afastamento para poder explicar e justificar” sua conduta. “Isso impede o constrangimento de parte a parte”, pontuou a deputada federal.

A declaração de Gleisi desagradou os líderes do União Brasil na Câmara dos Deputados, Elmar Nascimento, e no Senado Federal, Efraim Filho. Em nota os parlamentares repudiaram as falas de Gleisi e disseram que a deputada utiliza “dois pesos e duas medidas” para tratar de assuntos da vida pública.

“Lamentamos que Gleisi utilize dois pesos e duas medidas para tratar de assuntos inerentes à vida pública. Quando atitudes dos seus aliados são contestadas — e não faltaram acusações a membros do PT na história recente do país — a parlamentar prega o direito de defesa. Quando a situação se inverte, prefere fazer pré-julgamentos”, consta na nota.

Os líderes também afirmaram que o “direito de defesa e presunção da inocência” são válidos para “Gleisi, Juscelino e todos os brasileiros”.

Presidente Lula e Juscelino Filho, ministro das comunicações e o presidente Lula

Presidente Lula e Juscelino Filho, ministro das comunicações e o presidente LulaBreno Esaki/Especial Metrópoles

Juscelino Filho e Gleisi Hoffmann

Juscelino Filho e Gleisi HoffmannReprodução

Relação conturbadaA relação entre o governo e o União Brasil tem sido conturbada desde o início do mandato. Após acordos para aprovar a PEC da Transição no Congresso Nacional antes mesmo do início do mandato, o presidente Lula (PT) distribuiu cargos para a sigla no primeiro escalão do governo.

No entanto, diversos parlamentares ligados ao União — partido que nasceu em base bolsonarista — se posicionam como “independentes” e não garantem apoio em votações favoráveis ao governo no Congresso.

Diárias devolvidasO ministro das Comunicações, Juscelino Filho, informou que devolveu diárias recebidas quando, após agendas oficiais em São Paulo, passou o fim de semana em compromissos pessoais no estado, participando de leilões de cavalos de raça.

O ministro tem sido pressionado após denúncias que começaram a ser publicadas pelo jornal O Estado de São Paulo sobre o uso de voos da FAB para fora de Brasília e o recebimento de diárias sem que Filho estivesse atuando a serviço do governo.

Em nota divulgada na quinta-feira (2/3) pelo Ministério das Comunicações, Juscelino Filho nega irregularidades e se explica sobre as denúncias. “Após averiguação nos últimos dias acerca do que ocorreu com a viagem de São Paulo, informamos que já foram devolvidas as diárias referentes à viagem”, diz o texto.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Mais para você