InícioEsportesAutomobilismoPiloto Bia Figueiredo é a nova comentarista da Fórmula Indy na TV

Piloto Bia Figueiredo é a nova comentarista da Fórmula Indy na TV

 
Ex-piloto da Fórmula Indy, Bia Figueiredo é a nova voz da categoria na televisão. Atualmente disputando a Copa Truck pela ASG Motorsport, Bia dividirá 2023 entre as pistas e o microfone na TV Cultura, como comentarista da maior competição norte-americana de monopostos. A temporada da Indy começa em 5 de março, e a TV Cultura seguirá transmitindo de forma exclusiva para a televisão aberta. 
 
 
 
Bia é piloto profissional e foi a primeira brasileira a correr em uma grande categoria do automobilismo mundial, a Fórmula Indy. Vladir Lemos, diretor de Esportes da TV Cultura, conta que mais do que conhecer a categoria, Bia Figueiredo vive o automobilismo: “E vai dividir isso com nossos telespectadores, nos ajudando a levar ao ar uma transmissão com um nível cada vez melhor de informação”. 
 
A estreia da Fórmula Indy 2023 será em 5 de março, no Grande Prêmio de São Petersburgo, mas as participações de Bia Figueiredo começaram nessa terça-feira (31), com a cobertura do “Content Day” da categoria em Palm Springs, na Califórnia, trabalho que se estenderá até quinta (2).
“Como ex-piloto da Indy e fã da categoria, vai ser um prazer participar das transmissões desse ano pela TV Cultura”, afirmou Bia.

Carreira de Bia Figueiredo 

 
Bia Figueiredo é piloto profissional e foi a primeira brasileira a correr em uma grande categoria do automobilismo mundial, a Fórmula Indy, além de ser a primeira mulher do mundo a vencer na Firestone Indy Lights, a única a vencer na Fórmula Renault, a conquistar uma pole position na Fórmula 3 e a disputar e vencer no Desafio das Estrelas – torneio anual de kart organizado por Felipe Massa.
É também a primeira brasileira a conquistar lugar no grid e a disputar as 500 Milhas de Indianápolis, bem como um campeonato integral da Indy.
No Brasil, Bia disputou cinco temporadas completas da Stock Car – principal categoria do automobilismo nacional. 
Em 2019, fez história ao participar das 500 Milhas de Daytona (EUA) em uma equipe de pilotos formada por mulheres. No ano seguinte, Bia tornou-se mãe. Após 9 meses do nascimento do seu primeiro filho, voltou às pistas e, em 2021, nasceu seu segundo filho. Em 2022, disputou a TCR South America.
Em 2023, aos 37 anos, a piloto anunciou a sua participação na categoria nacional mais “pesada” do Brasil, a Copa Truck, onde fará uma temporada completa ao lado da equipe ASG Motorsport. 
Fora das pistas, Bia é a representante da América do Sul na Comissão de Mulheres da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).  Em janeiro deste ano, a piloto foi anunciada como presidente da Comissão Feminina da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e tem trabalhado fortemente por mais mulheres no automobilismo – nas pistas e nos bastidores. 
Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

O candidato de Lula a presidente da Câmara não será o de Arthur Lira

A fala original de Ulysses Guimarães, presidente do MDB, da Câmara dos Deputados e...

Atletas olímpicos “convocam” a população para votar nas Eleições 2024

No ano em que o mundo voltará os olhos para os Jogos Olímpicos de...

Caixa deve discutir mudança em operação das Loterias na 2ª

Medida preocupa funcionários e causou reação de entidades representativas, que prepararam carta ao Conselho...

Conheça história do Hino Nacional, cujo dia é celebrado neste sábado

Neste sábado (13/4), o Brasil celebra o dia do Hino Nacional Brasileiro. A escolha...

Mais para você