InícioEditorialPlaneta deve enfrentar temperaturas recordes nos próximos cinco anos, aponta ONU

Planeta deve enfrentar temperaturas recordes nos próximos cinco anos, aponta ONU

O aumento exacerbado das temperaturas globais deve fazer com que a população mundial enfrente o ano mais quente da história da humanidade nos próximos cincos anos, segundo dados da Organização Meteorológica Mundial (OMM). Em relatório divulgado nesta quarta-feira, 17, a agência da Organização das Nações Unidas (ONU) indica que as temperaturas mundiais devem subir a níveis recordes nos próximos anos como consequência dos gases do efeito estufa e do fenômeno El Niño. De acordo com o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, os dados apontam que a humanidade deve exceder a marca de 1.5°C para o aumento de temperatura com maior frequência no futuro. O Acordo de Paris estabeleceu um limite de 2°C para o aumento da temperatura neste século. Segundo informações da agência, existe uma probabilidade de 66% de que temperatura média anual próxima à superfície global entre 2023 e 2027 ultrapassasse os níveis pré-industriais de 1.5°C por pelo menos um ano. Em 2022, a temperatura global média esteve 1.15°C acima do registrado entre os anos de 1850 e 1900. O fenômeno El Niño também deve fazer com que as temperaturas globais cheguem a patamares desconhecidos e o aquecimento do Ártico poderá ser três vezes mais alto que a média global. Dados adicionais do levantamento serão divulgados antes do Congresso Meteorológico Mundial, marcado para 22 de maio a 2 de junho.

 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Câmara de SP deve votar privatização da Sabesp nesta quarta com expectativa de aprovação no primeiro turno

A Câmara Municipal de São Paulo deve votar a privatização da Sabesp nesta quarta-feira...

Governo exonera primo de Lira de superintendência do Incra em Alagoas após pressão do MST

O governo exonerou Wilson César de Lira Santos do cargo de superintendente regional do...

Mercado reage mal após Lula revisar meta de superavit

Economistas elevaram projeções do dólar e da Selic; moeda norte-americana chegou a R$ 5,28...

Mais para você