InícioEditorialPolítica NacionalPoderData: 31% acham trabalho dos governadores "bom" ou "ótimo"

PoderData: 31% acham trabalho dos governadores “bom” ou “ótimo”

Percentuais oscilaram 3 pontos para baixo em 1 ano; avaliação negativa subiu 3 pontos no período e chegou a 23%

Pesquisa mostra que avaliação do desempenho dos governadores oscilou desfavoravelmente aos Executivos estaduais em 1 ano; na imagem, a fachada da sede do governo do Distrito Federal, o Palácio do Buriti Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília – 15.ago.2019

PODER360 25.dez.2023 (segunda-feira) – 5h59

Ao fim do 1º ano de mandato, depois das eleições de 2022, a avaliação que os eleitores fazem dos governadores de seus Estados oscilou desfavoravelmente aos Executivos estaduais.

Hoje, 31% declaram que o trabalho de seus respectivos governadores é “bom” ou “ótimo”. Em dezembro de 2022, a taxa era de 35%. Os dados são de pesquisa PoderData realizada de 16 a 18 de dezembro de 2023.

Os eleitores que dizem avaliar o desempenho dos governadores como “ruim” ou “péssimo” oscilaram 3 pontos percentuais para cima. Eram 20% há 1 ano. Agora, são 23%. A maior parte do eleitorado declara achar as gestões “regular”. Há ainda outros 6% que não souberam avaliar.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 16 a 18 de dezembro de 2023, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 244 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro no estrato geral da pesquisa é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, são mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

ESTRATIFICAÇÃO O Poder360 estratifica os dados por faixas demográficas. Eis os recortes por sexo, idade, escolaridade e renda:

CRUZAMENTO A percepção sobre o trabalho dos governadores independe da aprovação ao governo de Lula. Nos 2 grupos (dos que aprovam e dos que desaprovam a administração federal) os percentuais empatam tecnicamente na margem de erro da pesquisa (2 p.p.) com o estrato geral.

aprovam – 29% dizem avaliar positivamente, 23% negativamente e outros 41% afirmam ser “regular” o trabalho dos governadores; desaprovam – 33% afirma ser “bom” ou “ótimo”, 23% declara ser “ruim” ou “péssimo” e 38% diz ser “regular”.

CRUZAMENTO Ao cruzar as respostas para a avaliação dos governadores com a declaração de voto no 2º turno das eleições de 2022, é possível perceber que os eleitores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se dividem: 34% afirmam ser “bom” ou “ótimo” ou “regular”; outros 27% dizem ser “ruim” ou “péssimo”.

Dentre os eleitores do atual presidente, a taxa de avaliação “regular” é mais alta: 44%. Avaliam positivamente 29%. Outros 22% expressam insatisfação com o desempenho do chefe do Executivo estadual.

PODERDATA  O conteúdo do PoderData pode ser lido nas redes sociais, onde são compartilhados os infográficos e as notícias. Siga os perfis da divisão de pesquisas do Poder360 no Twitter, no Facebook, no Instagram e no LinkedIn.

Leia mais dados desta rodada da pesquisa:

Aprovação ao governo Lula cai de 52% para 46% em 1 ano, diz PoderData Avaliação negativa de Lula supera numericamente a positiva PoderData: aprovação do governo recua de 62% para 56% entre católicos Avaliação do governo divide beneficiários do Bolsa Família.  49% acham governo Lula melhor que o de Bolsonaro, diz PoderData. Brasileiros estão mais otimistas que há 6 meses, diz PoderData. 53% dos que recebem Bolsa Família estão otimistas com finanças pessoais. PoderData: 25% dizem que situação financeira piorou em 6 meses. Metade dos eleitores de Lula e Bolsonaro veem melhora econômica em 6 meses. Sob Lula, só 30% teriam R$ 200 para uma emergência, diz PoderData. STF termina o ano avaliado positivamente por só 19% dos eleitores. STF é mais bem avaliado entre os que elegeram Lula em 2022 Depois de 1 ano, aprovação ao governo piora entre mulheres e mais pobres. METODOLOGIA  A pesquisa PoderData foi realizada de 16 a 18 de dezembro de 2023. Foram entrevistadas 2.500 pessoas com 16 anos de idade ou mais em 244 municípios nas 27 unidades da Federação. Foi aplicada uma ponderação paramétrica para compensar desproporcionalidades nas variáveis de sexo, idade, grau de instrução, região e renda. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

As entrevistas foram realizadas por telefone (para linhas fixas e de celulares), por meio do sistema URA (Unidade de Resposta Audível), em que o entrevistado ouve perguntas gravadas e responde por meio do teclado do aparelho. O intervalo de confiança do estudo é de 95%.

Para facilitar a leitura, os resultados da pesquisa foram arredondados. Por causa desse processo, é possível que o somatório de algum dos resultados seja diferente de 100. Diferenças entre as frequências totais e os percentuais em tabelas de cruzamento de variáveis podem aparecer por conta de ocorrências de não resposta. Este estudo foi realizado com recursos próprios do PoderData, empresa de pesquisas que faz parte do grupo de mídia Poder360 Jornalismo.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Ex-assessor de Bolsonaro diz à PF que não saiu do Brasil

Filipe Martins depôs nesta 5ª (22.fev); é acusado de integrar núcleo jurídico de grupo...

Ex de Nicole Bahls é preso em flagrante durante busca e apreensão

Na última quarta-feira (21/2), o ex-marido da ex-BBB Roberta Brasil e ex-noivo de Nicole...

Seu cheiro pode dar pistas do quão saudável você está

Centenas de compostos químicos saem de nossos corpos para o ar a cada segundo....

Mais para você