InícioEditorialPolícia Civil prende suspeitos de chacina que resultou em cinco mortos em...

Polícia Civil prende suspeitos de chacina que resultou em cinco mortos em Itabela

Uma ação da Polícia Civil sob o comando do delegado Moisés Damasceno, foi realizada no município de Itabela nesta sexta-feira (19) com a finalidade de cumprir uma série de mandados de busca e apreensão com base na OPERAÇÃO HEPTA.

A operação fundamentada nas investigações da chacina que matou cinco pessoas ocorrida numa propriedade rural as margens da BR-101 no último dia 30 de outubro.

Três pessoas dentre eles Nathan Glauberth Santos de Jesus (24 anos) Luis Feliphe Lira de Oliveira (18 anos), Pauliran Souza da Silva Júnior (19 anos), mas está foragido o acusado Antônio Carlos Santos Vasconcelos (21 anos). Um dos suspeitos chegou a confessar a familiares que havia participado do crime apenas conduzindo o veículo utilizado para promover os assassinatos.

Outros dois acusados também tiveram a prisão cumprida, no entanto, o delegado Moisés Damasceno, coordenador regional da Polícia Civil, duas pessoas são consideradas foragidas.

Durante investigação, a polícia civil conseguiu identificar que uma ação judicial dava direitos a receber uma vultuosa quantia em dinheiro. O filho da advogada do caso, por conhecer a situação convidou colegas para praticar o roubo.

Ao chegaram no local as margens da rodovia BR-101, numa caminhonete furtada de uma oficina mecânica, os acusados abiram fogo contra todas as pessoas que estava no local. Três das vítima morreram na humilde moradia, mas uma mulher e a criança vieram a óbito no hospital de Itamaraju.

Uma pistola calibre 9mm, foi encontrada em poder de um dos acusados no municipio de Guaratinga, também foram localizados vários produtos roubados da vítimas. O crime chocou o município de Itabela e a rápida, elucidação promovida pela equipe do delegado Moisés Damasceno, cria um ambiente de segurança, na comunidade.

Familiares de Glauberth Natan, lamentaram o corrido as vítimas. Afirmam que a justiça necessita ser feita. “Tá doendo, saber do envolvimento dele neste crime, mas foram vidas humanas tiradas e não de animais domésticos a exemplo de galinhas e gado, ele tem que pagar pelo erro que cometeu”.

O delegado Moisés Damasceno deverá remeter o caso para o judiciário e os acusado serão transferidos para a unidade pensal de Eunápolis.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Em despedida do TSE, Moraes diz que atuou contra o “populismo digital”

Sem citar nomes, ministro afirmou que a Corte não se “acovardou” mesmo com críticas...

“70% de certeza”, diz ex-affair sobre possível paternidade de Buda

Nina Capelly, prima de MC Binn, descobriu recentemente que está esperando um bebê. A...

Irmã de Gisele Bündchen decidirá sobre socorro do governo Lula ao RS

Instagram/Reprodução 1 de 1 Gisele Bündchen posa de look marrom e cabelos soltos para...

Mais para você