InícioEditorialPolícia Federal prende ex-juiz que se apropriou de Porsche de Eike Batista

Polícia Federal prende ex-juiz que se apropriou de Porsche de Eike Batista

O ex-juiz federal Flávio Roberto de Souza, 60, foi preso nesta terça-feira, 21, pela Polícia Federal após ter sido condenado no final do ano passado a oito anos de prisão, um ano pelo crime de fraude processual e sete por peculato. Ele ficou conhecido no Rio de Janeiro ao ser flagrado em 2015 dirigindo o porsche cayenne do empresário Eike Batista que havia sido apreendido em uma operação policial. Naquele ano, a PF mandou apreender dinheiro e bens de Eike Batista: R$ 90 mil em espécie, quase 3 mil libras, US$ 5.400, além de um piano e do porsche. O então juiz Flávio de Souza também guardou o dinheiro e levou o piano para a sua casa. Para a Justiça, ele se apropriou de forma indevida de bens de terceiros. Na época, em entrevistas, o ex-juiz disse que achava toda a situação normal. A partir da situação, o Ministério Público Federal passou a investigar Souza, que, na época, era titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Ele foi acusado de crimes como desvio de recursos da venda de um carro de um traficante para a compra de um bem para a filha, como também de recursos da Justiça Federal para comprar carro e apartamento, uso de documentos falsos, entre outros. Ele foi aposentado compulsoriamente.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

CEO da Vale diz confiar no conselho para decidir nova gestão

Recondução de Eduardo Bartolomeo à presidência da mineradora é impasse no colegiado; mandato vai...

IIndivíduo é preso por tráfico de drogas em Itamaraju

Policiais Militares da 43ª CIPM, efetuou a prisão de um acusado em posse de...

Motoboy negro ferido por homem branco é indiciado por lesão corporal

São Paulo – A Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou por lesão...

Leia declarações de Lula e de Bolsonaro em 2 anos de guerra na Ucrânia

O ex-presidente manteve posição de neutralidade enquanto o atual tentou assumir papel de mediador...

Mais para você