InícioEditorialCotidianoPor que cachorro idoso emagrece?

Por que cachorro idoso emagrece?

Sem sombra de dúvidas, os pets idosos necessitam de toda a atenção e carinho nessa etapa final da vida, afinal, é nela que surgem problemas comuns com a idade, tanto que algo que assusta os tutores é a perda de peso comum na velhice.

Compreender os motivos pelos quais os amigos de patas emagrecem rapidamente se torna um desafio. Por isso, separamos os principais motivos e cuidados que se deve ter com os pets para garantir a saúde e o bem-estar ao seu cachorrinho – saiba mais em nosso artigo!

Por que cachorro idoso emagrece?

Existem diversas razões pelas quais um cachorro idoso pode começar a perder peso. Uma das principais é o metabolismo mais lento, comum em cães mais velhos. À medida que envelhecem, seus corpos passam por mudanças hormonais e diminuem sua capacidade de absorver nutrientes.

Outro fator que contribui para o emagrecimento é o surgimento de doenças crônicas como problemas renais ou cardíacos. Essas condições podem interferir na ingestão de alimentos e no apetite do animal, o que causa a perda de massa muscular e, consequentemente, o emagrecimento.

Sinais de emagrecimento

Ao longo dos anos, nossos cães envelhecem e enfrentam desafios de saúde inerentes a essa fase da vida. O emagrecimento em cães idosos é um desses desafios, frequentemente acompanhado por uma série de sinais que merecem atenção.
A saúde e a felicidade de nossos animais estão em nossas mãos e o reconhecimento atento dos sinais é o primeiro passo para garantir que eles desfrutem de mais anos de bem-estar. Compreender esses sintomas permitirá que você tome medidas para ajudar seu amigo canino:

  • Perda de peso visível: o cão idoso parece mais magro e seus ossos ficam mais aparentes;
  • Redução no apetite: diminuição perceptível no interesse da alimentação;
  • Vômitos e diarreia: problemas gastrointestinais frequentes;
  • Fraqueza: falta de energia e vitalidade;
  • Pelagem sem brilho e pele solta: alterações na aparência da pele e pelagem;
  • Mudanças no comportamento alimentar: comportamentos estranhos relacionados a comida;
  • Apatia e depressão: atitude geral apática e triste;
  • Aumento da sede e micção: sede excessiva e aumento da frequência urinária;
  • Odor ruim da boca: mau hálito decorrente de problemas dentários.

Ao reconhecer esses sinais e procurar orientação veterinária, você pode garantir que seu pet receba o cuidado necessário para enfrentar essa fase da vida. Lembre-se de que o bem-estar de seu cachorro idoso está em suas mãos.

O que fazer quando o cachorro idoso emagrece?

A primeira etapa é levar o animal ao veterinário para que um exame completo e diagnóstico preciso sejam realizados. O profissional poderá solicitar exames laboratoriais e realizar outros procedimentos para avaliar a saúde geral do cão.

Com base no diagnóstico, o veterinário poderá recomendar uma mudança na dieta do animal, prescrever medicamentos específicos ou indicar suplementos alimentares para combater a perda de peso. Além disso, poderá ser necessário adaptar o ambiente do animal, oferecer alimentos mais palatáveis e facilitar seu acesso à água.

Quais outros cuidados devo ter com pets idosos?

Além de tratar a perda de peso em pets idosos, existem outros cuidados importantes a serem considerados. É fundamental garantir que o animal adote uma rotina de exercícios físicos adequados à sua idade e condição de saúde. Também é essencial proporcionar conforto nas atividades diárias, como escolher camas macias e de fácil acesso.

Além disso, é recomendado manter a vacinação do bichinho em dia e realizar visitas regulares ao médico veterinário para acompanhar a saúde do pet. Por fim, devemos ter atenção especial para a sua higiene bucal, pois problemas dentários podem afetar negativamente a nutrição do animal. 

Onde encontrar remédios para pets idosos?

A drogavet é uma opção confiável que se destaca por seu compromisso com o bem-estar dos pets, especialmente os idosos. Além disso, a DrogaVET é reconhecida por sua equipe de profissionais qualificados e especializados, que estão à disposição para fornecer orientações e assistência personalizada.

Eles podem ajudar na personalização do medicamento correto e responder suas perguntas ou preocupações sobre seu animal mais velho. Não hesite em procurar ajuda profissional quando perceber qualquer alteração na saúde do seu amigo de 4 patas.

O emagrecimento em animais idosos pode ocorrer devido a diversos fatores, como metabolismo lento e o surgimento de várias doenças crônicas. Identificar os sinais e buscar ajuda é fundamental para garantir o bem-estar do idosinho.

Viver com um cão idoso é um desafio que exige atenção e cuidados adequados. Proporcionar um envelhecimento saudável é essencial e você pode dar mais conforto ao seu melhor amigo com a ajuda da DrogaVET.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Valdemar retira assassino de Chico Mendes do comando do PL no Pará

Darci Alves, atualmente conhecido como Pastor Daniel, cometeu o crime em 1988; tinha tomado...

Thaís Fersoza é detonada por esposa do ex-BBB Maycon: “Humilhou”

Franciane de Souza, mulher do ex-BBB Maycon Cosmer, desabafou sobre a diferença de tratamento...

Reforma tributária: relator cita preocupação com calendário eleitoral

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator da reforma tributária na Câmara dos Deputados,...

PF deflagra operação contra grupo que usava empresas ‘fantasmas’ para tráfico de drogas

A Polícia Federal e o GAECO/MPMT deflagraram na manhã desta quarta-feira, 28, a Operação...

Mais para você