InícioEditorialPolítica NacionalPrefeitura de São Paulo municipalizará 50 escolas estaduais até 2025

Prefeitura de São Paulo municipalizará 50 escolas estaduais até 2025

A Prefeitura de São Paulo irá municipalizar 50 escolas que atualmente estão sob a responsabilidade do governo estadual de Tarcísio de Freitas (Republicanos). A transferência de administração será feita em duas etapas: neste ano, serão municipalizadas 25 unidades, e as demais serão transferidas em 2025. A mudança afetará apenas instituições que atendem os anos iniciais do ensino fundamental, do 1º ao 5º ano, e estima-se que cerca de 25 mil crianças sejam impactadas. Com a transferência dessas matrículas, a rede municipal terá um aumento de mais de 10% no número de estudantes, totalizando aproximadamente 223 mil alunos nessa etapa. A municipalização das escolas ainda não teve uma estimativa de custos apresentada pela prefeitura.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

A medida adotada pela Secretaria Municipal de Educação tem como objetivo adequar o Estado ao que está previsto na Constituição Federal de 1988, que define os municípios como sendo prioritariamente responsáveis pelo ensino fundamental e educação infantil. A municipalização tem sido defendida internamente pela gestão Tarcísio desde o ano passado. Além do aumento no número de alunos, a Prefeitura também assumirá a administração de unidades em prédios antigos, cuja manutenção está defasada devido ao alto custo. Entre essas escolas estão a Pedro II e a Marechal Deodoro, ambas localizadas na região central da cidade e tombadas como patrimônio histórico.

A Secretaria Estadual de Educação informou que os professores dessas unidades poderão permanecer atuando nas mesmas escolas durante os próximos dois anos na situação de “afastados para o município” ou podem tentar atribuição para aulas em outras unidades estaduais, caso prefiram. Durante esse período, o salário dos profissionais das escolas municipalizadas será pago pelo Estado, sem prejuízo aos profissionais. A Secretaria também afirmou que os professores que desejarem continuar nas unidades municipalizadas receberão formação para aplicar o currículo escolar da cidade de São Paulo.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Bolsonaro nega golpe e defende anistia a “pobres coitados” do 8 de Janeiro

Ex-presidente disse que é preciso “caprichar” no voto nas eleições municipais deste ano ...

Projeto de anistia pedido por Bolsonaro já foi apresentado por Mourão

Gustavo Moreno/Metrópoles 1 de 1 O presidente Bolsonaro fala ao pé do ouvido do...

Moto é tomada em assalto na BR-101 em Itamaraju

A vítima de um assalto, procurou as autoridades policiais para detalhar sobre o terror...

Mais para você