InícioEditorialPolítica NacionalPT Bahia promove encontro para estimular maior participação de indígenas na política

PT Bahia promove encontro para estimular maior participação de indígenas na política

Foto: Divulgação

Éden Valadares, presidente do PT na Bahia 06 de dezembro de 2023 | 08:21

O Partido dos Trabalhadores da Bahia vai promover o I Encontro Estadual do Setorial Indígena, o primeiro de um partido político na Bahia, na cidade de Feira de Santana, no Único Apart Hotel, nos dias 9 e 10 de dezembro, com o objetivo de estimular uma participação maior de indígenas na política. No evento, membros do partido e militantes vão discutir estratégias para fortalecer as candidaturas indígenas nas eleições de 2024 e 2026 e analisar o panorama dos povos indígenas petistas no estado, além de dar mais organicidade a esses filiados e formular políticas públicas.

A expectativa é reunir cerca de cem indígenas de 17 Territórios de Identidade, com 32 municípios de diversas regiões do estado representados. O coordenador do Setorial Indígena do PT Bahia, Agnaldo Pataxó, destacou a importância da organização dos indígenas para fortalecimento e garantia dos direitos do grupo à saúde, educação, segurança e questões territoriais, dentre outros, e defendeu que os indígenas tenham mais representatividade na política para participar ativamente das discussões e decisões nos espaços de poder.

“O Encontro neste final de semana será um momento importante de debates para compreendermos e avançarmos na garantia dos nossos direitos, e o PT é o partido que mais defende os índios em seus programas e políticas, sempre lutando ao nosso lado. Vamos reforçar mais nossa participação na política, defendendo nossos direitos e entendemos que, para isto, nós mesmos temos que fazer essa disputa e falar por nós mesmos. Temos quase 84 mil índios vivendo nas aldeias e quase 150 mil vivendo nas cidades. Depois do Amazonas, a Bahia é o maior estado com população indígena do Brasil”, afirmou o coordenador do Setorial, Agnaldo Pataxó.

Para a secretária de Movimentos Populares do PT Bahia, Rafaella Rios, o encontro tem uma importância histórica. “2023 foi o primeiro ano em que a Bahia foi governada por uma pessoa indígena, e nós do PT escolhemos finalizar o ano com o 1º Encontro Indígena do PT. Então tem essa simbologia de reconhecimento a esses povos originários como fundamentais para construção da esquerda na Bahia e para a construção das políticas públicas dos nossos governos. Vai ser o momento de ouvir também essas pessoas sobre o que a gente tem feito na Bahia. Então vai ser uma troca importante de formulação de política pública, de formação política e de construção para as eleições”, destacou Rafaella.

Programação – A programação do I Encontro Estadual do Setorial Indígena do Partido dos Trabalhadores da Bahia terá abertura no sábado, 09, às 09h30, com uma apresentação ritual; pela tarde, às 14 horas, haverá uma mesa para discutir a conjuntura e o panorama dos povos indígenas filiados ao PT nos municípios baianos. Às 19 horas, será realizada a noite cultural do Encontro.

No domingo, 10, a programação contará com oficinas a partir das 08 horas em que serão discutidos os desafios da organização e financiamento das candidaturas indígenas, a formação da militância petista, com ênfase para mulheres e jovens indígenas, a busca pela unidade entre os partidos de esquerda e a liderança política indígena na Bahia, além das relações de poder e política. Pela tarde, às 14 horas, haverá uma plenária de apresentação do resultado das oficinas e produção de documento final do Encontro e às 16h, a leitura e entrega de carta do Encontro. O encerramento será às 17 horas.

Comentários

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Discordo profundamente de Lula, diz Blinken após fala sobre Holocausto

Secretário de Estado norte-americano diz que apesar das discordâncias, EUA e Brasil precisam agir...

Zilu Godoi rebate discurso de Dado Dolabella sobre Wanessa: “Mentira”

Mãe de Wanessa Camargo, Zilu Godoi decidiu se manifestar nesta sexta-feira (22/2), depois de...

Blinken discorda de Lula, mas diz que “amigos podem ter discordâncias”

O secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Antony Blinken, disse que discorda da...

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Novo membro assumirá cargo na Corte três meses após ser indicado pelo presidente Luiz...

Mais para você