InícioEditorialReivindicação e alegria: Farol da Barra lota com festa do Dia do...

Reivindicação e alegria: Farol da Barra lota com festa do Dia do Trabalhador

O axé da banda Olodum e da cantora Daniela Mercury preencheu o cenário do Farol da Barra e transformou a segunda-feira (1) em um espetáculo a céu aberto para marcar o Dia do Trabalhador. Em resposta, milhares de soteropolitanos compareceram e transformaram o cartão postal no palco de uma festa de conscientização para valorização da classe.

Em resposta, milhares de soteropolitanos compareceram ao cartão postal para a  festa de conscientização para valorização da classe.
O evento é realizado todos os anos  pela Central Única dos Trabalhadores (CUT Bahia), em parceria com outras centrais sindicais. Além de alegrar quem batalha  pelo pão de cada dia, os shows têm o objetivo de chamar atenção para demandas urgentes da classe. 

Após alguns anos sem acontecer, a iniciativa retornou com destaque para temas como a ampliação de direitos, combate à fome, mais emprego, renda e o fortalecimento da democracia.  Os shows aconteceram em trios elétricos estacionados no Farol da Barra.

 A banda Olodum foi a primeira a se apresentar e subiu cantando o hit Alegria Geral. Depois de duas horas esperando o início da apresentação, que estava marcada para às 14h e começou às 16h, a cantora Rosa Santos, de 30 anos, não cabia em si de tanta felicidade pela chegada do momento. 

Automaticamente, ela foi impulsionada pela batida dos tambores a pular e cantar. A alegria, no entanto, não a aliena em relação a demanda dos trabalhadores por mais valorização. Pelo contrário, recarrega a energia dela para apoiar a classe  e continuar reivindicando. “Essa é uma data muito importante para a gente reforçar a urgência de lutar por nossos direitos. E com o Olodum, nós fazemos isso com estilo”, destacou. 

Conectar celebração e luta também foi o objetivo dos estudantes que compareceram à festa. Entre eles, estavam os integrantes da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), que representam os alunos de instituições de ensino fundamental, ensino médio, técnico e pré-vestibular.

“O Olodum representa a nossa luta porque defende a cultura negra e canta sobre o amor e a busca por direitos. Isso nos inspira e diverte na mesma medida. O cenário do Farol da Barra só vem para deixar o momento mais colorido”, afirmou Rafael Barbosa, de 18 anos, diretor da Ubes.

 O  Olodum tocou por cerca de  duas horas. A apresentação foi acompanhada pelo governador do estado, Jerônimo Rodrigues, pelo vice Geraldo Júnior e outras autoridades.

Quando a noite caiu, foi a vez da cantora Daniela Mercury subir no trio, que fez questão de homenagear os trabalhadores. Quatro bailarinos negros usando uniformes de quatro profissões diferentes apresentaram uma coreografia da música Mulheres do Mundo. A canção exalta a força das mulheres e a atuação delas como trabalhadoras. “O repertório de hoje foi escolhido com músicas especiais para homenagear os trabalhadores”, disse Daniela.

A declaração foi recebida com alegria pela professora Dilma Santana, 36 anos. Para ela, é deste tipo de apoio que os trabalhadores precisam para terem suas vozes ampliadas. “Quem disse que a alegria não pode acompanhar nossa luta não sabe o quanto esses momentos nos impulsionam a continuar buscando uma vida melhor para os que vão nascer. Todos que se juntam contribuem de alguma forma, mas as vozes dos artistas ampliam a nossa”, disse. 

*Com orientação da subeditora Fernanda Varela 

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

Sarney reúne do governo à oposição para comemorar 94 anos

Ex-presidente recebeu convidados em sua casa para festa de aniversário em Brasília e mostrou...

Cartões de confirmação do CNU, com locais de prova, saem nesta quinta

O governo federal disponibiliza, a partir das 10h desta quinta-feira (25/4), o cartão de...

Apostas em corte de 0,25 ponto percentual da Selic batem novo recorde

As apostas dos investidores num corte de 0,25 ponto percentual da taxa básica de...

Mais para você