InícioEditorialSobe para 57 o número de mortos após temporal no litoral norte...

Sobe para 57 o número de mortos após temporal no litoral norte de SP

O número de mortos após o temporal no litoral norte de São Paulo, durante o feriado de Carnaval, subiu de 54 para 57. A informação foi divulgada no início da noite desta sexta-feira, 24, por meio de um boletim emitido pelo governo do Estado. Dentre os óbitos, 56 foram encontrados em São Sebastião e um em Ubatuba. Desses, 47 corpos já foram identificados e liberados para o sepultamento. São 16 homens adultos, 16 mulheres adultas e 15 crianças. De acordo com o governo, atualmente, a prioridade segue no socorro às vítimas e no acolhimento aos mais de 2.251 desalojados e 1.815 desabrigados. Equipes do município de São Sebastião com psicólogas e assistentes sociais fazem um trabalho de acolhimento dos familiares das vítimas. Em relação as estradas, nesta quinta-feira, 23, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) liberou o tráfego de veículos leves e pesados no quilômetro (km) 174 da Rodovia Rio-Santos (SP-055). O trânsito no local ocorre em comboios liderados por veículos do departamento. Já na quarta-feira, 22, o tráfego foi liberado para veículos de emergência e de serviços. A Rodovia Mogi-Bertioga segue totalmente interditada, em razão do rompimento de tubulação, na altura do km 82, em Biritiba Mirim. As obras emergenciais foram iniciadas na terça-feira, 21, com previsão de investimento de R$9,4 milhões, liberação do trânsito em dois meses e conclusão em até seis meses.

O governo de São Paulo orienta turistas a não viajarem para as regiões afetadas do litoral norte neste fim de semana, após as fortes chuvas que causaram 57 mortes, até o momento. O objetivo é evitar sobrecarregar o atendimento em hospitais, o trânsito nas estradas e o abastecimento de água e de alimentos na região. A Polícia Militar informou que as rodovias da região precisam estar desobstruídas para que veículos de socorro e de resgate possam circular livremente. A PM orienta também que as doações sejam feitas em postos que não estejam localizados nos municípios atingidos. Já as roupas e calçados atingiram a quantidade suficiente para atender às famílias que perderam bens materiais. Estimativa da Defesa Civil mostra que há cerca de 10 toneladas desses itens no depósito do Jaguaré que serão levados à região nos próximos dias.

Você sabia que o Itamaraju Notícias está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.

Últimas notícias

No STF, PM réu pelo 8/1 vê descoordenação de inteligência e cita erros

O ex-comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) coronel Fábio Augusto Vieira, réu...

Documentos secretos revelam que ditadura expulsou diplomatas gays

Um novo relatório secreto chegou à mesa do ministro José de Magalhães Pinto, em...

Janja brinca com militar, entrega cadela Resistência e a pede de volta

Primeira-dama fez graça durante envio de ração para pets ao Rio Grande do Sul;...

Leo Santana lota Anhangabaú na abertura da Virada Cultural de SP

São Paulo — O começo do show atrasou mais de uma hora e o...

Mais para você